Basta um movimento brusco ou um esforço exagerado para desencadear uma hérnia. A hérnia é a protusão (saliência) de um órgão (ou parte dele) fora da cavidade em que está alojado normalmente.

As hérnias mais comuns desenvolvem-se no abdómen, por causa de uma debilidade da parede abdominal que gera uma folga, permitindo que o órgão saia do lugar.

Causas

Pode ser congénita, provocada por defeitos no desenvolvimento, mas também pode dever-se a factores como a obesidade, a prisão de ventre, a bronquite crónica ou um esforço muscular excessivo, que aumenta a pressão
intra-abdominal. Também pode ser provocada por um traumatismo na zona ou na sequência de uma intervenção cirúrgica.

Sintomas

- Saliência (indolor) e alterações do volume abdominal em posição ortostática (de pé) ou durante a realização de esforços.

- Dor forte acompanhada de náuseas, vómitos e impossibilidade de evacuar indicam o estrangulamento herniário, situação grave que requer observação médica rápida.

Tratamento

É necessário realizar uma intervenção cirúrgica para evitar complicações. Se ocorrer um estrangulamento da hérnia (falta de circulação), pode causar danos graves, inclusive a morte.

As hérnias abdominais mais comuns:

- Hérnia inguinal
Esta hérnia aparece na virilha.

- Hérnia do hiato
Faz com que parte do estômago penetre na cavidade torácica.

- Hérnia umbilical
Aparece nos bebés e é provocada por um defeito nos músculos que circundam o umbigo.

Cuidado com a hérnia estrangulada

É uma hérnia irredutível complicada por uma constrição apertada e permanente do seu conteúdo. Resulta numa dificuldade da circulação sanguínea nos órgãos atingidos, provocando a necrose (morte) dos tecidos, daí a sua gravidade e urgência. Evitar esforços violentos, ou usar cintas de contenção durante a realização de esforços violentos, é a melhor forma de prevenção.

Revisão científica: Luís Lopes (gastrenterologista)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.