Chegou a altura do ano em que os doces são os reis da festa. Sejam filhós, bolo-rei ou rabanadas, esta é uma quadra em que tipicamente o açúcar faz parte das festas e ementas. Contudo, importa reforçar os cuidados com a saúde oral para que o início de 2022 não seja uma verdadeira dor de dentes.

"A cárie é uma doença infeciosa e multifactorial, causada por bactérias presentes na boca que se alimentam de determinados tipos de açúcares, provenientes da nossa dieta", afirma Bernardo Romão de Sousa, médico dentista na MALO CLINIC Lisboa.

"Durante a época natalícia, tendencialmente, os açúcares estão mais presentes e, como tal, o risco de criar condições para desenvolver cárie dentária poderá ser maior. Assim, é preciso termos mais cuidado com a nossa higiene oral e procurar visitar um médico dentista/higienista oral no início do ano para fazer um check-up", acrescenta.

Neste sentido, o Bernardo Romão de Sousa dá cinco conselhos a adotar durante as festividades:

  1. Moderar a quantidade de açúcar ingerido: nos dias festivos, é habitual que se coma em maior quantidade do que num dia normal. Mas é importante manter presente que todos os excessos alimentares são potencialmente problemáticos, também para a nossa saúde oral e para o desenvolvimento de cárie dentária.
  2. Reduzir a frequência de consumo: tão importante quanto a quantidade de açúcares que se ingere, é a frequência com que se o faz. Se possível, o ideal é concentrar o consumo em períodos curtos e antes de escovar os dentes. Devorar uma caixa de chocolates lentamente ao longo da tarde, altera as condições de pH da boca por um período longo e constante, criando condições ideais para o desenvolvimento da cárie dentária. O ideal é comer os doces logo após as principais refeições e desta forma reduzir o impacto da sua ingestão.
  3. Ter ainda mais atenção à escovagem: os dentes devem ser escovados pelo menos duas vezes por dia, durante dois minutos, e utilizando movimentos circulares com uma inclinação de 45º graus junto à gengiva. Numa altura em que a ingestão de açúcares é maior, deve ter-se ainda mais atenção à frequência da escovagem e, se possível, lavar os dentes 30 minutos após as principais refeições.
  4. Reforçar o uso do fio dentário e do flúor: ainda que cuidada, a escovagem pode não ser suficiente. Assim, deve combinar-se a escovagem dos dentes com a utilização do fio dentário para garantir uma higienização mais completa. Além disso, é essencial usar uma pasta dentífrica ou elixir bucal com flúor, o que também ajuda a reforçar o esmalte e a evitar a o desenvolvimento de lesões de cárie.
  5. Fazer um check-up no dentista/higienista após as festividades: visitar regularmente o Médico Dentista ou Higienista Oral, idealmente de 6 em 6 meses, é essencial para garantir a saúde oral. Após as festividades, é uma boa altura para fazer um check-up e começar o novo ano sem complicações.

As explicações são de Bernardo Romão de Sousa, médico dentista na MALO CLINIC Lisboa.

Bernardo Romão de Sousa, médico dentista na MALO CLINIC Lisboa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.