É importante perceber que nada deve ser colocado dentro do ouvido para remover a sujidade e detritos. É perigoso e pode causar perda auditiva ou perfuração do canal, uma vez que o tímpano é bastante delicado.

A questão que se coloca é: precisamos realmente de limpar os nossos ouvidos?

O ouvido externo, a orelha, não precisa de uma limpeza a fundo. Poderá ser feita apenas com um pouco água e um pano ou papel.

O canal do ouvido, na maior parte dos casos não necessita de ser limpo. Durante a lavagem do cabelo no banho entra no canal do ouvido água suficiente para soltar a cera que tem acumulada. Além disso, a pele no seu canal auditivo cresce naturalmente para fora, facilitando a expulsão da cera. Na maioria das vezes solta-se e sai involuntariamente enquanto dorme.

Para quem têm muita cera pode ser necessária uma visita ao médico que removerá a cera do ouvido com um pouco de peróxido, misturado com água e injetado na orelha. O processo é indolor e muito eficaz na remoção de cera compacta.

Se não quiser ou não tiver tempo para ir ao médico, o mais indicado será a utilização de dispositivos médicos à base de óleo que removem a cera do ouvido e previnem a dor através da sua ação dupla de dissolução e limpeza. Se for este o seu caso, opte por dispositivos com ingredientes de origem natural, sem conservantes e clinicamente comprovados.

Saiba quem ganhou o Prémio Cinco Estrelas 2016 na categoria “Limpeza de Ouvidos” com uma classificação global de 7,32 numa escala de 1 a 10. Mais informações AQUI

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.