A trabeculoplastia laser ajuda a escoar o líquido do seu olho. O seu médico pode sugerir este passo em qualquer altura. Em muitos dos casos, é necessário manter os medicamentos para o glaucoma após a realização deste procedimento.

A trabeculoplastia laser é realizada no consultório do seu médico ou na clínica oftalmológica. Antes da cirurgia, serão aplicadas gotas de anestésico no seu olho. Quando se sentar, virado para o aparelho de laser, o seu médico irá aplicar uma lente especial em contacto com o seu olho. Um feixe de luz da alta intensidade será depois apontado para a lente, após o que é refletido para a rede que existe dentro do seu olho. Poderá ver flashes de luz verde ou vermelha.

O laser faz várias queimaduras com intervalos uniformes, que aumentam os orifícios de drenagem da rede. Isto permite melhorar o escoamento do líquido do seu olho.

Como sucede com qualquer outra intervenção cirúrgica, a cirurgia laser pode provocar efeitos secundários, tais como inflamações. O seu médico poderá dar-lhe gotas para levar para casa, para tratamento de qualquer dor ou inflamação dentro do olho. Será posteriormente necessário que compareça em várias consultas de acompanhamento, onde a sua pressão ocular será monitorizada.

Se tiver glaucoma em ambos os olhos, só será tratado um olho de cada vez. Os tratamentos laser para cada olho serão programados separadamente, com intervalos de vários dias a várias semanas.

Os estudos mostram que a cirurgia laser é, nalguns doentes, extremamente eficaz para reduzir a pressão. Todavia, os seus efeitos poderão esbater-se ao longo do tempo. O seu médico poderá sugerir um tratamento adicional.

Dúvidas mais frequentes

Quanto tempo tenho que permanecer no hospital?

A cirurgia é realizada sob anestesia local, absolutamente indolor, em regime de ambulatório, ou seja, sem necessidade de internamento hospitalar.

Em quanto tempo estarei a ver normalmente?

A recuperação visual é relativamente rápida. Dependendo dos casos, a visão estabiliza entre uma a quatro semanas após a operação, dependendo dos cuidados pós-cirúrgicos.

Por que razão não posso ficar a ver melhor do que antes?

Porque a cirurgia do glaucoma evita a cegueira, ou seja, a progressão da doença. Não suprime a lesão nervosa já existente. Em raros casos, a visão pode melhorar, especialmente nas fases iniciais da doença e em pessoas com menor idade.

Porque razão devo submeter-me a uma cirurgia se não ficarei curado?

Nenhum tratamento para o glaucoma cura a doença. Por vezes, os colírios não são eficazes no controlo da pressão ocular e a cirurgia consegue controlá-la.

Quando serão removidos os pontos?

Em geral, os pontos não causam problemas. Caso não sejam absorvidos, serão retirados entre o 5º e o 10º, no consultório, com colírio anestésico, sem qualquer desconforto.

Quais são as minhas restrições após a cirurgia?

Deve-se evitar esforços físicos nos primeiros 15 dias. Também evitar apertar ou esfregar o olho. Amenizar os acessos de espirros ou tosse (melhor fazer a prevenção).
Um protetor ocular é geralmente usado ao dormir, por alguns dias.

Quando poderei tomar banho e lavar o cabelo?

A partir do dia seguinte da cirurgia, desde que continue com todos os cuidados (é melhor seguir a orientação do especialista).

Quais são os riscos da cirurgia?

Felizmente, a cirurgia realizada hoje ainda é uma das técnicas de maior índice de sucesso. Trata-se de uma microcirurgia, cujas complicações não são frequentes, se as instruções forem executadas disciplinadamente, mas, podem ocorrer, quais sejam, infeção, hemorragia, descolamento de coróide ou retina e edema de mácula.

Não se esqueça que a consulta de rotina é a prevenção da doença! Por, isso, olhe por si, seguindo rigorosamente os conselhos e o tratamento que lhe forem indicados.

Por Eugénio Leite, Médico Especialista em Oftalmologia, Professor Universitário e diretor das Clínicas Leite

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.