Para o ajudar a compreender e apoiar os seus familiares que sofrem com enxaqueca e cefaleias, a MiGRA Portugal partilha um conjunto de dicas para que menos pessoas fiquem fora de serviço este Natal devido a crises de enxaqueca e cefaleias.

Alguns conselhos importantes para que aproveite esta época da melhor forma

Ajuste as luzes – As luzes fortes podem ser um grande desencadeador de uma crise de enxaqueca. Por isso, se tiver possibilidade, não utilize luzes muito fluorescentes e opte por luz mais suave e menos agressiva.

Evite perfumes e cheiros intensos – Os cheiros intensos são um dos grandes inimigos dos doentes com enxaqueca. Se tem familiares com enxaqueca tente perceber quais os cheiros que lhe podem desencadear crises e evite utilizá-los. Ter uma zona livre de fragrâncias podem ser uma boa opção para esta época natalícia.

Respeite os horários de refeição habituais – Estas épocas festivas trazem sempre consigo algumas oscilações no horário de refeições e fazem sempre com que jantemos ou almocemos mais tarde que o habitual. No entanto ficar muitas horas sem comer e alterar demasiado as rotinas pode ser um fator desencadeador de enxaqueca, pelo que é importante mantê-los, mesmo nesta altura.

Não insista com as bebidas alcoólicas – As bebidas alcoólicas podem desencadear crises de enxaqueca e cefaleias e por isso se uma pessoa optar por não beber bebidas alcoólicas não insista e apoie esta decisão.

Não sobrecarregue com as tarefas de Natal – Apesar de ser uma época muito boa para passar um bom tempo em família, a preparação para a consoada pode ser muito stressante. Dé uma ajuda e tente não sobrecarregar uma pessoa com enxaqueca e cefaleias com os preparativos todos, pois a ansiedade e o stress podem ser inimigo de uma crise.

Apesar de existirem vários fatores que podem dar origem a uma crise de enxaqueca e que podem ser evitados é importante lembrar que muitas das vezes uma crise pode começar sem aviso prévio, mesmo evitando os desencadeadores.

Deve respeitar sempre que o seu familiar ou amigo não puder estar presente ou tiver de ir embora mais cedo por estar com uma crise.

As cefaleias, mais conhecidas por “dores de cabeça”, podem ser doenças neurológica altamente incapacitantes. De acordo com o Global Burden of Disease 2018, estas representam ainda a segunda maior causa de anos vividos com incapacidade na população portuguesa entre os 5 e os 49 anos. Existem mais de 200 tipos de cefaleias diferentes, sendo a enxaqueca um destes tipos.

A enxaqueca é uma doença neurológica crónica que se caracteriza por episódios de dor moderada a forte, pulsátil ou latejante, que geralmente começa de um só lado da cabeça.

Atualmente, estima-se que existem cerca de 1 milhão e 500 mil doentes com enxaqueca em Portugal e num contexto global as cefaleias afetam cerca de 50% da população mundial..

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.