O que acontece quando um vírus se encontra com um morango? O vírus fica paralisado e não consegue desenvolver o seu processo habitual!

Esta descoberta foi feita por dois virologistas na década de 70 que decidiram repetir a experiência, desta vez entre diversos extractos de fruta e vírus infecciosos comuns.

Surpresa das surpresas, nenhum dos vírus da poliomielite sobreviveu a um encontro
íntimo com o extracto de pêssego, romã, uva ou morango... Detentora de inúmeros benefícios terapêuticos, a fruta é uma arma poderosa contra as doenças e devemos dar-lhe um papel de destaque na nossa alimentação
diária. Fomos tirar um
mini-curso de frutoterapia e partilhamos consigo uma amostra:

Laranja e limão

Sabemos que a laranja é rica em vitamina C, sendo eficaz no combate a constipações e gripes. Mas a novidade é que também possui um efeito calmante
e deve ser consumida isoladamente, não sendo aconselhável combiná-la com outros frutos.

Já o limão é considerado o considerado o fruto dos mil usos. «É o melhor depurador do fígado, é desinfectante, purifica
o sangue e fortifica os brônquios.

Algumas gotas colocadas num torrão de açúcar, dissolvido lentamente na boca, acabam com o soluço mais rebelde», explica Albert Morales, autor do livro «Frutoterapia».

Frutos vermelhos

O mirtilo tem propriedades anti-sépticas e anti-inflamatórias,
enquanto a ingestão de morango parece ser benéfica no alívio das queixas associadas a doenças reumáticas. Já a amora tem um teor elevado
de ferro, um grande adversário das anemias.

O sumo de amora, misturado com mel e água morna, ajuda a desinflamar a garganta e as gengivas, melhorando a rouquidão.

Banana multinutritiva

Reúne vitamina A, B1, B2, B6, C, potássio, cálcio
e fósforo. Segundo Albert Morales, a ingestão de uma banana antes das refeições exerce um efeito saciante, levando a que não necessitemos de comer muito posteriormente.

Frutos secos

A amêndoa doce é uma fonte de proteínas (à semelhança
da avelã), cálcio e aminoácidos essenciais.

Apesar de a noz ter um valor calórico elevado, é muito rica em ómega 3, que tem um efeito positivo na prevenção de doenças cardiovasculares. Este fruto está também associado a uma maior capacidade de aprendizagem e pensa-se que será benéfico para contrariar problemas como eczemas.

Texto: Teresa d'Ornellas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.