Já pensou numa dieta que ensina a comer com saúde e, ainda por cima, emagrece? Esta é a proposta da dieta colorida. Para começar, não tem cara de uma dieta e é simples de fazer. E os resultados você sente no seu corpo, na disposição e até no brilho dos cabelos.

Não há mistério: legumes, frutas e verduras são agrupados em sete famílias de cores, cada uma contendo diferentes nutrientes importantes para o seu corpo funcionar bem. Durante o dia, você deve procurar consumir um alimento de cada grupo.

E vale tudo: verduras cozidas, sumos, salada de frutas. Você só precisa de saber a quantidade e o número de porções permitidas por dia. Com isso, pode perder cerca de 2 quilos por mês. Garante a nutrição de qualidade e vai substituindo aos poucos alimentos muito calóricos, como doces, cremes e fritos, por outros mais saudáveis. Quer uma boa dica ?

No almoço, tente fazer meio prato bem colorido. No lanche, beba um sumo misto, com frutas de cores diferentes. Mas não faça da dieta uma ditadura. Se não conseguir comer todas as sete cores no dia, não haverá nenhum prejuízo. Quanto mais variedade, maior a garantia de um bom equilíbrio nutricional

Vermelho/Roxo: Ameixa, cereja, beringela com casca, uva, repolho roxo, pimentão, pimenta, beterraba

Estes alimentos contêm antioxidantes poderosos que combatem o risco de doenças cardíacas e enfarte, inibindo a formação de coágulos. Fortalecem artérias e veias, reduzem o colesterol, melhoram o sistema imunológico e ainda actuam na prevenção do cancro.

Vermelho: Goiaba vermelha, tomate, melancia, maçã, morango

Grupo cujos elementos contêm grandes quantidades de licopeno, um pigmento vegetal que age como antioxidante e protege contra o cancro (de acordo com estudos recentes, especialmente nos casos de cancro de mama e de próstata).

Cor-de-laranja/Amarelo: Nectarina, laranja, mamão, papaia, pêssego, abacaxi, maracujá

Fontes de criptoxantina, um antioxidante que age como protector celular. São também ricos em fibras, que melhoram o funcionamento dos intestinos.

Cor-de-laranja: Pêssego, melão maduro, cenoura, manga, abóbora, tangerina

Alimentos que fornecem betacaroteno, o precursor da vitamina A.Os Seus benefícios são percebidos directamente na saúde dos olhos, da pele e dos cabelos.



Verde/amarelo: Abacate, milho, pepino com casca, ervilha, vagem, kiwi, mostarda (em folhas), alface, abóbora

Contêm carotenóides, que vão ajudar a prevenir cataratas e degenerações que podem causar cegueira. Combatem as inflamações da pele e beneficiam o sistema imunológico.



Branco e verde: Salsa, cebola, endívia, alho, erva-doce, cogumelos, acelga, cebola,alho

Grupo que oferece múltiplos benefícios. A Cebola e o alho contêm alicina, que combate os tumores. Os demais são ricos em flavonóides, que protegem as células contra o cancro. Têm ainda acção analgésica e antiinflamatória e ajudam a dissolver a gordura no aparelho digestivo.

Verde: Brócolos, espinafres, couve-de-bruxelas, repolho, couve-flor, escarola, couve, salsa

Estes alimentos, ricos em vitamina K, possuem princípios activos naturais que estimulam a produção de enzimas no fígado que combatem o cancro. As folhas verde-escuras são ricas em ferro, prevenindo a anemia. Para melhor fixação deste, o ideal é consumi-las junto com algum componente do grupo de cor laranja ou alimentos ricos em vitamina C.


Fonte: 3Fitness

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.