A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição (AESAN) do Ministério da Saúde alertou na segunda-feira para a presença da bactéria “Listeria Monocytogenes” em vários queixos frescos provenientes de Portugal, noticia a Efe.

Esta bactéria causa a doença “listeriosis”, que afeta em particular grávidas, bebés ou adultos com o sistema imunitário debilitado.

A AESAN soube da presença da bactéria através do Sistema Coordenado de Intercâmbio Rápido de Informação, pela notificação do alerta realizado pelas autoridades competentes da Comunidade Autonómica do País Basco, relativa à presença da bactéria em vários queixos frescos.

Os produtos afetados são o queijo fresco “El sabor de la casa” (lotes 12267 e 12291), “Queso costeño nativo” (lotes 12245 e 12287) e “Queso fresco latino Estilo tradicional (lote 12296).

O produto, que já foi retirado do mercado, foi fabricado em Portugal e distribuído na sua maior parte a estabelecimentos de especialidades lácteas em várias comunidades autónomas, bem como em Itália e Portugal.

A AESAN já informou as autoridades competentes das comunidades autónomas, bem como a Comissão Europeia.

Como medida de precaução, as autoridades já recomendaram aos consumidores que possam ter os produtos mencionados nas suas habitações para que não os consumam, especialmente as pessoas que pertencem aos mencionados grupos de risco.

A “listeriosis” tem um período grande de incubação, sendo o seu sintoma mais evidente febre alta.

A AESAN recomenda que quem tinha consumido estes produtos há pouco tempo e apresente algum sintoma que contacte o médico.

18 de setembro de 2012

@Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.