Embora tipicamente se associe a diabetes à perda de visão e/ou audição, a verdade é que a questão auditiva pode ser uma complicação ignorada da doença.

Investigadores da Universidade de Niigata analisaram estudos feitos de 1977 a 2011, com informações de aproximadamente 20 mil pessoas. A análise dos dados recolhidos permitiu determinar que 95% dos pacientes portadores da diabetes desenvolvem problemas auditivos de ordem neurosensorial, em particular indivíduos do sexo feminino com mais de 60 anos.

Em 2015, um estudo publicado no jornal científico JAMA, e que abrangeu a população hispânica, pretendia rastrear as causas da perda da audição. Entre as várias causas identificadas, foi possível apurar que os indivíduos com diabetes e pré diabetes têm mais 40% de hipóteses de perda de audição.

Na população que não é diabética, sabemos que as doenças cardíacas e o tabaco, por exemplo, são dois fatores que podem levar à redução da capacidade auditiva. O avanço da idade também leva a que aumentem os casos de presbiacusia – perda auditiva relacionada com o envelhecimento. Mas a perda auditiva relacionada com a diabetes tem um padrão de desenvolvimento diferente.

A perda auditiva em pacientes diabéticos resulta de alterações nas células sensoriais e no órgão responsável pela captação da informação (ouvido). Os tecidos vasculares e nervosos têm um papel predominante na função auditiva e qualquer doença que afete estas células pode afetar negativamente os vários órgãos auditivos.

Tanto a hipoglicemia como a hiperglicemia podem alterar o funcionamento normal da cóclea, causando surdez metabólica por meio da flutuação de glicose sanguínea, indispensável na constituição química da endolinfa.

"O apoio de pessoas próximas ao paciente é relevante, não só no momento de deteção de um problema auditivo, como ao longo de todo o processo. No caso do diagnóstico da diabetes é importante efetuar exames regulares à audição e ter em conta a hipertensão e a sua influência na qualidade da audição. Sintomas como zumbido frequente, tonturas e incapacidade de entender uma conversação podem indicar o início de um problema auditivo", explica Pedro Paiva, audiologista da Minisom.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.