Os homens que são obesos aos 20 anos morrem em média oito anos mais cedo do que os que não têm excesso de peso, revela um estudo dinamarquês apresentado ontem numa conferência internacional sobre o tema.

A investigação, apresentada no XI Congresso Internacional da Obesidade que decorre em Estocolmo, Suécia, conclui que o risco de morte prematura em obesos aumenta 10 por cento por cada ponto que seja ultrapassado no índice de massa corporal considerado saudável.

«Aos 70 anos, 70 por cento dos homens no grupo de comparação estavam ainda vivos, enquanto no grupo dos obesos esse valor era de 50 por cento do grupo. Na meia idade, estimamos que os homens obesos morram oito anos antes em comparação com os outros», explicou Esther Zimmermann, do Hospital Universitário de Copenhaga, um dos responsáveis pela investigação.

Mais de 5.000 militares recrutados participaram neste estudo, que acompanhou os homens entre os 20 e os 80 anos. Cerca de 2.000 destes homens eram obesos quando a investigação começou.

A investigação, que não incluiu mulheres, veio ainda mostrar que a obesidade se desenvolve normalmente antes dos 20 anos e que, geralmente, esta patologia não é desenvolvida mais tarde.

Na mesma Conferência Internacional foi divulgado um estudo português que mostra que a obesidade está associada a um aumento da incidência da asma, modificando a doença para formas mais graves.
 
De acordo com os investigadores da Faculdade de Ciências da Nutrição do Porto, estes resultados preliminares suportam a “importância do desenvolvimento futuro de estudos de intervenção para redução de peso e modificação no estilo de vida dos doentes asmáticos”.

Fonte: Diário Digital / Lusa

2010-07-13

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.