16 de junho de 2014 - 15h11
Cientistas britânicos estão a desenvolver um novo tratamento de cáries sem obturação do dente e sem dor. Este método, em que o dente é regenerado, deverá estar disponível dentro de três anos. A técnica, que está a ser desenvolvida no King's College de Londres, consiste em acelerar o processo natural dos minerais cálcio e fósforo para regenerar o dente estragado, em vez de fazer a tradicional obturação.
A Electrically Accelerated and Enhanced Remineralisation (EAER) consiste num processo em duas fases em que, primeiro, é necessário preparar a área de esmalte danificada e a seguir utilizar uma pequena corrente elétrica que "obriga" os minerais a atuar e a regenerar o dente.
Nigel Pitts, do King's College, explica que "o modo como hoje em dia tratamos os dentes não é o ideal. Quando reparamos um dente obturando-o, esse dente entra num ciclo de furar e tapar várias vezes", cita o jornal Guardian.
"Este método não só é menos agressivo para o paciente e melhor para os seus dentes, como também mais barato que os atuais tratamentos dentários", explica. 
"Além de tratar cáries, este método também pode ser usado para tornar os dentes mais brancos", acrescenta.
Por SAPO Saúde

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.