O CHTMAD informou hoje, em comunicado, que o serviço de cardiologia conta, desde fevereiro, com o novo procedimento que visa “a implantação de pacemaker epicárdico com apoio da cirurgia cardíaca”.

“Este procedimento multidisciplinar, que conta com o apoio da cirurgia cardíaca e da anestesiologia, permite dar resposta a um grupo de doentes de risco que, até agora, teriam que se deslocar aos hospitais de referência no Litoral”, afirmou Renato Margato, médico cardiologista.

O centro hospitalar referiu que esta intervenção está disponível para doentes com insuficiência cardíaca e ou diversas arritmias e é “encarada como alternativa terapêutica aos casos clínicos com contraindicação ou impraticabilidade de implantação de 'pacemaker' convencional”.

“Com o início deste procedimento, único na região de Trás-os-Montes e Alto Douro, os pacientes da área de influência do CHTMAD veem, assim, melhorada a acessibilidade aos cuidados de saúde”, salientou o centro hospitalar.

O CHTMAD tem sede social em Vila Real e agrega ainda os hospitais de Chaves e Lamego.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.