Segundo informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) no seu ‘site’, até quarta-feira (dia 23) o estado do tempo no continente vai ser influenciado por um anticiclone localizado no interior da Península Ibérica e por uma massa de ar quente e húmido, pelo que estão previstos períodos de muita nebulosidade e alguma chuva, que poderá ser mais intensa no Minho e no Douro Litoral.

Ao longo do dia de quarta-feira, uma superfície frontal fria com passagem nas regiões Norte e Centro levará aguaceiros fracos, acompanhados de uma diminuição da temperatura, até estas áreas, passando depois na região Sul, até à madrugada de quinta-feira.

Até à manhã do dia 24, quinta-feira, ocorrerão neblinas e nevoeiros em alguns locais e o vento soprará fraco a moderado, por vezes forte nas terras altas, mas durante a véspera de Natal “prevê-se uma mudança do estado do tempo, com diminuição da nebulosidade e sem precipitação prevista, devido a um anticiclone a noroeste da Península Ibérica e de uma massa de ar frio e seco”.

Proteja-se do frio: recomendações da DGS

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê tempo frio e seco para os próximos dias, com ocorrência de temperaturas mínimas negativas em alguns distritos do país.

Em situações de frio intenso são produzidas alterações no organismo que facilitam o aparecimento de doenças como a gripe e outras infeções respiratórias. Assim, a Direção-Geral da Saúde (DGS) reforça a recomendação para a vacinação contra a gripe, bem como a adoção das seguintes medidas, para se proteger do frio:

  • Mantenha o corpo quente – use luvas, cachecol, gorro/chapéu, calçado e roupa quente, utilizando várias camadas de roupa;
  • Hidrate-se: ingira líquidos e sopas;
  • Mantenha a casa quente:
    • Verifique se os equipamentos de aquecimento estão em condições de ser usados e o estado de limpeza da chaminé da lareira;
    • Se utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos de aquecimento a gás, ventile as divisões da casa. A acumulação de gases pode causar intoxicação ou morte.
  • No exterior, tenha cuidado com quedas;
  • Mantenha-se especialmente atento se tiver algum problema de saúde:
    • Tome os medicamentos para a sua doença conforme a indicação do seu médico;
    • Não tome antibióticos sem indicação médica;
    • Não vá de imediato para a urgência hospitalar. Se necessário, contacte o SNS 24 – 808 24 24 24, o 112 ou o seu médico assistente;
  • Mantenha-se em contacto e atento aos outros, ajudando-os a se protegerem.

“A temperatura irá descer, em especial a mínima, sendo que, de um modo geral, na noite da consoada as mínimas rondarão os 2ºC a 6ºC no litoral norte e centro, 8ºC a 10ºC no litoral sul, -2ºC a 2ºC no interior norte e centro, e entre 3ºC a 6ºC no interior sul. O vento rodará gradualmente para o quadrante leste, intensificando-se no dia 25, o que, associado à descida de temperatura, deverá aumentar o desconforto térmico”, refere o IPMA.

Em algumas zonas do interior norte e centro deverá ocorrer a formação de gelo ou geada.

No fim de semana que se segue ao Natal mantém-se a tendência de descida de temperatura, com um aumento da nebulosidade e possibilidade de chuva no domingo.

Já na Madeira, até quarta-feira estão previstos períodos de muita nebulosidade e vento em geral fraco, mas ao longo desse dia o estado do tempo vai ser gradualmente condicionado por uma depressão centrada a oeste do arquipélago, pelo que deverão ocorrer aguaceiros, que “serão mais prováveis nos dias 24, 25 e 26 (quinta-feira a sábado)”.

“O vento irá aumentar gradualmente, soprando moderado a forte no dia 24, com rajadas até 65 quilómetros/hora, podendo atingir os 80 quilómetros/hora nas terras altas, e devendo prolongar-se até ao início do dia 26”, descreve o instituto, acrescentando que no dia de Natal estão previstas ondas de leste/sueste de 2,5 a 3,5 metros.

Nos Açores - segundo informação que ainda deverá ser atualizada, uma vez que no caso da região o comunicado é válido até ao início da noite de hoje -, prevê-se até quarta-feira uma descida da temperatura e a ocorrência de aguaceiros, que poderão ser de granizo.

“Nos dias 24 e 25, devido a uma depressão localizada a sul, deverão ocorrer períodos de chuva e o vento soprará forte de leste, com rajadas da ordem dos 90 quilómetros/hora. Nos dias 26 e 27, o vento ainda deverá soprar com rajadas até 70 quilómetros/hora e deverão ocorrer aguaceiros fracos”, indica o IPMA.

No arquipélago, a temperatura deverá oscilar neste período entre os 9ºC e 11ºC de mínima, e de 14ºC a 16ºC de máxima.

Ainda nos Açores, está prevista forte agitação marítima no dia de Natal e no dia seguinte, com a altura significativa das ondas a chegar aos cinco a seis metros.

10 alimentos que fortalecem o organismo contra o frio

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.