Os valores são tão baixos que o bastonário da Ordem dos Médicos diz estar muito preocupado com a qualidade do serviço prestado aos doentes.

A notícia é avançada pela TSF.

Um parecer da ERS encontrou, por exemplo, casos de exames de anatomia patológica que diagnosticam doenças como cancros em que as convenções estabelecidas prevêem pagamentos que chegam a estar 85% abaixo da tabela praticada pelo Serviço Nacional de Saúde nos hospitais públicos.

Segundo esse parecer, essa diferença de preços entre o público e o privado tem aumentado nos últimos anos.

VEJA AINDA: As frases mais ridículas ouvidas pelos médicos

A TSF escreve que a avaliação da ERS acaba por dar razão a uma exposição da Ordem dos Médicos e da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada depois de um corte recente de 30% nos preços praticados na área da medicina nuclear, levando estes exames a custarem menos 30% ao Estado quando são feitos fora do SNS.

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, argumenta que os constantes cortes colocam em causa a qualidade do serviço prestado aos utentes do SNS que nos hospitais públicos não têm resposta em tempo útil, argumentando que "ao baixar muito os valores está a diminuir-se, inevitavelmente, a qualidade".

Segundo o médico, a concorrência está a ser feita, apenas, pelo preço e não pela qualidade do serviço.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.