“Lisboa não está em condições de fazer esse avanço”, anunciou o presidente do município, durante o habitual espaço de comentário na TVI24.

Fernando Medina considerou que a cidade “está numa situação que não é fácil”, uma vez que “o número de casos excedeu o patamar dos 120 [contágios por 100.000 habitantes]”.

Durante a última semana, o número de infeções na capital “continuou a progredir, embora a um ritmo mais lento”.

“Amanhã, que é o dia da avaliação, não irá progredir relativamente ao desconfinamento, também não irá regredir”, prosseguiu o autarca.

A “grande questão” é saber se vai ser possível, “durante as próximas semanas, controlar a situação, eventualmente conseguindo que ela se reduza e melhore, ou então se se vai registar um agravamento da situação”, explicitou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.