Segundo a fonte, o reforço decorre de um concurso lançado pelo Governo, já publicado em Diário da República, que vai de encontro às necessidades das duas unidades de saúde, apesar de não ser ainda suficiente para suprir as carências.

"Apesar de não resolver todos os problemas, é motivo de enorme satisfação", afirmou o presidente do conselho de administração, Carlos Alberto Silva, em declarações à Lusa.

10 conselhos de um médico para ter uma saúde de ferro
10 conselhos de um médico para ter uma saúde de ferro
Ver artigo

O combate mais eficaz às listas de espera para cirurgias e consultas externas será, sinalizou, o resultado mais evidente do reforço do número de médicos hoje anunciado, para além da "melhoria significativa na prestação de cuidados hospitalares".

Os clínicos a contratar serão das especialidades de anestesiologia, cardiologia, cirurgia geral, doenças infeciosas, endocrinologia e nutrição, ginecologia, medicina interna, nefrologia, Oftalmologia, otorrinolaringologia, patologia clínica, pediatria, pneumologia e radiologia.

Para medicina interna serão contratados sete especialistas, o maior número em termos nacionais, anotou o responsável, destacando a importância e a abrangência daquela especialidade para melhorar o atendimento face ao aumento que se tem observado, nomeadamente no número de atendimentos no serviço de urgência.

Carlos Alberto Silva sublinha, por outro lado, a importância do reforço do quadro clínico do CHTS, no contexto em que reflete "o reconhecimento" da tutela sobre as necessidades do centro hospitalar e da população que serve. Destacou, a propósito, a atenção que a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) tem dedicado às necessidades específicas daquele centro hospitalar.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.