Segundo o médico Tumane Baldé, do Centro Operacional de Emergência em Saúde, das últimas análises realizadas uma deu positivo, elevando para 39 os casos registados.

“Trata-se de uma mulher de 45 anos da cidade de Canchungo”, especificou Tumane Baldé.

A Guiné-Bissau tem, até ao momento, 39 casos registados, quatro dos quais na cidade de Canchungo, região de Cacheu, e 35 no setor autónomo de Bissau, mantendo-se o número de três recuperados da doença.

“A mensagem que mandamos aos nossos cidadãos é para fazerem um esforço e ficarem em casa e ouvirem as recomendações das autoridades de saúde. Saíam de casa só para o indispensável e utilizem máscara”, salientou Tumane Baldé.

O médico pediu também aos guineenses para serem solidários uns com os outros e que o Governo vai ajudar as famílias mais carenciadas.

No âmbito do combate ao novo coronavírus, as autoridades guineenses declararam o estado de emergência, bem como o encerramento das fronteiras aéreas, terrestres e marítimas na Guiné-Bissau, medidas que foram acompanhadas de uma série de outras restrições à semelhança do que está a acontecer em vários países do mundo.

Uma das restrições só permite que as pessoas circulem entre 07:00 e as 11:00 locais (menos uma hora que em Lisboa).

No continente africano, 693 pessoas morreram devido à covid-19 e estão registados 12.973 casos em 52 países.

A nível global, o novo coronavírus responsável pela covid-19 já provocou mais de 103 mil mortos e infetou mais de 1,7 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Dos casos de infeção, mais de 341 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 870 mil infetados e 71.335 mortos, é o que regista o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, contabilizando 18.849 óbitos, entre 147.577 casos confirmados.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.