O Governo prepara-se para endurecer as medidas de prevenção da COVID-19 nas próximas semanas. O aumento do número de infetados levou António Costa a agendar uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros para o próximo sábado, dia 31. "Não voltaremos ao confinamento mas vão haver novas restrições. O recolher obrigatório é uma das hipóteses que estão agora em cima da mesa. Essa possibilidade está a ser equacionada", avançou ao Modern Life/SAPO Lifestyle fonte próxima do governante.

Amanhã, ao fim do dia, o primeiro-ministro participa, por videoconferência, numa reunião extraordinária do Conselho Europeu, que procura definir uma resposta concertada para os países da União Europeia. Nas últimas semanas, face ao agravamento do panorama, a Bélgica, a França, a Espanha e a Itália avançaram para o recolher obrigatório. Na sexta-feira, António Costa reúne com os partidos com assento parlamentar e, no sábado, é esperado um anúncio com as ações imediatas a adotar.

Fonte do Governo avançou, esta quarta-feira, ao jornal Diário de Notícias que, perante a evolução do surto em Portugal nas últimas semanas, a ministra da Saúde, Marta Temido, juntamente com a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, têm estado a ouvir epidemiologistas. Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, também tem reunido com os parceiros sociais. Portugal registou, segundo os últimos dados disponíveis, 3.299 novos casos e 28 mortes em 24 horas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.