A notícia é avançada pela edição impressa desta quarta-feira do Jornal de Notícias.

A indústria pagou nos últimos três anos cerca de 160 milhões de euros a profissionais do setor da saúde, entre médicos e sociedades científicas, mas menos de metade desse valor foi declarado pelos mesmos aos Serviços de Finanças.

Os números foram ontem divulgados pelo Infarmed, mas mostram que o valor declarado por quem recebeu é bastante diferente: não chega aos 70 milhões.

Leia também: As frases mais ridículas ouvidas pelos médicos

Os dados são da Plataforma de Comunicações - Transparência e Publicidade, criada pelo anterior ministro da Saúde Paulo Macedo em nome da transparência de todos os intervenientes do setor dos medicamentos.

De acordo com o Infarmed, dos 69 milhões de euros de patrocínios declarados, as sociedades registaram apoios de 27 milhões. Os médicos foram o segundo grupo mais beneficiado - 19 milhões - seguidos de outras entidades coletivas - 13,4 milhões-, escreve o referido jornal.

Segundo o Jornal de Notícias, o Bastonário da Ordem dos Médicos rejeita qualquer ilegalidade e refere que este tipo de patrocínios são essenciais para dar a conhecer inovações terapêuticas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.