O normal fornecimento de fármacos corre o risco de ficar interrompido quando o Reino Unido deixar a União Europeia.

A efetivação dessa decisão de separação está agendada para 29 março de 2019, mas até lá algumas empresas estão já preparar eventuais anomalias no acesso ao mercado britânico.

10 alimentos que lhe devolvem anos de vida
10 alimentos que lhe devolvem anos de vida
Ver artigo

Depois da AstraZeneca e da MSD anunciarem planos de armazenamento de fármacos, a francesa Sanofi seguiu os mesmos passos. "A incerteza nas negociações do Brexit significa que a Sanofi está a planear um cenário de não concordo. A segurança do doente é a nossa principal prioridade e fazemos acordos para aumentar a capacidade de armazenamento para guardarmos mais produtos", comentou Hugo Fry, diretor administrativo da operação da Sanofi no Reino Unido, citado pelos meios de comunicação internacionais.

Proteção dos doentes

Também a Roche, uma das maiores fabricantes de medicamentos do mundo, informou que está a tomar medidas para promover a existência de mecanismos de proteção em caso de dificuldades no acesso ao mercado. A preocupação central, dizem as farmacêuticas, é que o doente continue a ter acesso aos medicamentos.

De acordo com a Federação Europeia das Indústrias e Associações, todos os meses cerca de 45 milhões de medicamentos vão para o Reino Unido.

Mulher dá à luz em corredor de hospital e fotógrafa capta o momento
Mulher dá à luz em corredor de hospital e fotógrafa capta o momento
Ver artigo

A fábrica anglo-sueca AstraZeneca, por exemplo, está de olhos postos no Brexit e por isso aumentou o seu stock para 20% em depósitos localizados no Reino Unido e em portos da União Europeia.

Responsáveis da GlaxoSmithKline, a maior farmacêutica britânica, avançaram na semana pasasda que vão assegurar o plano de fornecimento de medicamentos e vacinas antes da saída do Reino Unido da UE. A empresa não informou, no entanto, como o fará.

Os parlamentares britânicos pedem um acordo que permita ao país ter uma participação continua no mercado de medicamentos europeu, mas ainda não é claro em que moldes.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.