O diretor da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, Caldas de Almeida, afirmou hoje que espera que o Plano Nacional para a Saúde mental tenha continuidade apesar da mudança do Governo.

“Espero que o plano tenha continuidade e que não caia, como muitas vezes acontece, quando há uma troca de Governo. Quando há pobreza e desemprego, quando existem problemas sociais e económicos, existe sempre um aumento dos problemas mentais”, disse durante uma conferência subordinada ao tema da Saúde Mental, que decorreu no Barreiro.

Para o ex-coordenador nacional da saúde mental, é necessário que existam políticas de resposta a esta situação para minimizar os efeitos, dando como exemplo a taxa de suicídios, que é mais reduzida quando existem medidas dos governos para combater as crises ou o desemprego.

Caldas de Almeida referiu ainda que era importante que o futuro ministro da Saúde tivesse estado presente na conferência, para que ficasse certo da importância desta temática.

“Temo que a saúde mental seja considerada sem importância e isso não é verdade. A ideia que os problemas mentais são coisas dos ricos também não é verdade, pois o risco dos pobres terem doenças mentais é quatro vezes superior aos ricos”, salientou.

Álvaro de Carvalho, Coordenador Nacional da Saúde Mental, também participou na conferência, em que abordou a criação dos Cuidados Continuados da Saúde Mental.

O responsável adiantou que está prevista, nesta área, a criação de residências para adultos e crianças, referindo que vão ser 19 as experiências piloto a efetuar em Portugal.

“As residências autónomas, as residências de apoio máximo, a residência de treino de adolescentes ou as equipas de apoio domiciliário vão constituir um total de 19 projetos piloto em Portugal. Queríamos 39, mas as dificuldades financeiras não o permitem”, referiu.

Álvaro de Carvalho destacou a importância do trabalho a efetuar e defendeu que até 2013 a ambição é alargar o plano de modo a abranger todo o país.

Veja qual o impacto da crise na mente dos portugueses

20 de junho de 2011

Fonte: Lusa/SAPO

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.