O MP considerou indiciado que o enfermeiro, "foi solicitado para prestar cuidados de enfermagem a uma senhora residente em freguesia de Celorico de Basto, de 90 anos de idade, padecente de alzheimer, acamada e totalmente dependente de terceiros" e que, "no exercício destas funções, aproveitando-se de estar sozinho com esta senhora, manteve com ela trato sexual".

O abuso, de acordo com a informação divulgada na página da Internet da Procuradoria, terá acontecido a 02 de julho de 2019.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.