“O edifício foi reaberto às 08h45 [locais, mais uma hora em Lisboa], sem qualquer condicionalismo”, disse à agência Lusa o delegado de saúde de Ponta Delgada, Paulo Margato.

O responsável assegurou que “todos os problemas que levaram ao encerramento estão resolvidos, com trabalho suplementar de fim de semana”, adiantando que se seguem “trabalhos normais de acompanhamento”. Paulo Margato realçou, ainda, “a disponibilidade de todos os organismos envolvidos” nesta ação.

Na quinta-feira, a Delegação de Saúde de Ponta Delgada, nos Açores, encerrou o edifício polivalente do Livramento por falta de condições de higiene e segurança.

“Após queixas apresentadas pelos trabalhadores da unidade de saúde de Livramento, a Delegação de Saúde de Ponta Delgada efetuou uma vistoria às instalações do edifício”, refere um comunicado divulgado nesse dia pelo delegado de Saúde de Ponta Delgada.

Presença de ratos nas instalações

Segundo o comunicado, na vistoria foram detetados “vestígios evidentes da presença de roedores em todo o edifício” e, dado “a Região Autónoma dos Açores, pelas suas especificidades, apresentar níveis elevados de leptospirose, decidiu a Delegação de Saúde de Ponta Delgada, como medida preventiva, encerrar o edifício para uma correta desinfestação e desinfeção”.

O delegado de saúde acrescentou que se previa, após nova vistoria, a realizar hoje, antes da abertura do edifício, que os serviços ali alocados retomassem o seu regular e normal funcionamento, "estando reunidas as condições que assegurem a salubridade, higiene e segurança no âmbito da saúde pública”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.