As famosas anfetaminas, drogas recreativas como o ecstasy ou os speeds, podem contribuir para o envelhecimento cardíaco, potenciando os factores de risco cardiovasculares em pessoas de meia-idade.

Esta descoberta é veiculada através do Dr. Stuart Reece, investigador de uma universidade australiana, com um estudo neste tema. O seu autor refere que apesar das pessoas procurarem estas drogas com fins apenas recreativos, elas têm sido associadas a problemas como acidentes vasculares cerebrais, hemorragias no cérebro e morte súbita.

Diz ainda que “faz sentido que todos estes diferentes episódios de complicações cardiovasculares, estejam ligados pelo envelhecimento precoce do coração.”

Outras pesquisas sobre as anfetaminas, revelam que estas drogas estão relacionadas com o envelhecimento da pele.

As anfetaminas são estimulantes que aumentam os níveis de dopamina no cérebro. Substância ligada ao prazer, movimento e atenção.

Apesar das conclusões do estudo, o Dr. Reece e os seus colegas observam que a sua investigação ainda é curta, dado existirem um pequeno número de indivíduos consumidores e com poucas informações sobre a dosagem consumida.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.