De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a ausência de um sistema de saúde gratuito empurra anualmente 100 milhões de pessoas para a pobreza, como resultado dos elevados custos pelos serviços necessários.

"A assistência universal na saúde é um dos mais poderosos instrumentos sociais que se podem usar. É a expressão máxima da justiça", afirmou Margaret Chan, diretora geral da OMS.

"Os sistemas de saúde não vão automaticamente gravitar em direção a uma maior igualdade ou evoluir naturalmente no sentido da cobertura universal. Todos estes resultados requerem medidas deliberadas", concluiu.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.