Este número de infeções diário é o mais alto na Rússia desde 22 de fevereiro.

Moscovo é a cidade russa mais afetada pelo aumento de casos do novo coronavírus, que no último dia ascenderam a 5.853, número que não era registado na capital da Rússia desde meados de janeiro, segundo a agência noticiosa espanhola EFE.

Com estes dados, o total de casos registados na Rússia desde o início da pandemia é de 5.180.454 e as mortes sobem para as 125.674.

Face ao aumento dos contágios, o município de Moscovo anunciou na quarta-feira o reforço do controlo das medidas para conter a propagação do vírus.

Além disso, o presidente da Câmara de Moscovo, Sergei Sobyanin, afirmou que nos próximos dias abrirão vários hospitais para receber doentes covid, adiantando existirem atualmente 10.000 internados com a doença.

O autarca descartou, no entanto, a imposição de confinamentos ou medidas como o encerramento de lojas ou de estabelecimentos de lazer.

A pandemia de covid-19, transmitida pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 na China, provocou pelo menos 3,7 milhões de mortos no mundo, resultantes de mais de 174,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço da agência francesa AFP.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.