De acordo com a fonte, do total de doentes, todas mulheres, oriundas do referido lar, que aparentemente funcionaria de forma ilegal, seis foram reencaminhados para o Hospital das Forças Armadas – Polo Porto, um para o Hospital de Santo António, também no Porto, por ser da área da residência, e as restantes quatro ficaram no Hospital de Matosinhos.

A fonte acrescentou que as idosas estiveram em observação durante o fim de semana no Hospital Pedro Hispano e na terça-feira foram reencaminhadas para as outras instituições.

Em comunicado, o Hospital das Forças Armadas – Polo Porto esclarece que “os seis idosos infetados com covid-19, provenientes do Hospital Pedro Hispano, foram recebidos por uma equipa médica e encaminhados para as enfermarias de isolamento, onde lhes irá ser prestado o devido acompanhamento médico”.

Refere ainda que “este apoio surge na sequência de um pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, tendo o transporte sido realizado por ambulâncias dos bombeiros da região”.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 124 mil mortos e infetou quase dois milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Em Portugal, segundo o balanço feito na terça-feira pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 567 mortos, mais 32 do que na terça-feira (+6,%), e 17.448 casos de infeção confirmados, o que representa um aumento de 514 (+3%).

Dos infetados, 1.227 estão internados, 218 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 347 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.