Segundo um comunicado interno assinado pelo presidente do Conselho de Administração, Vasco Antunes Pereira, a que a agência Lusa teve acesso, "a Lusíadas Saúde decidiu atribuir uma verba adicional de um milhão de euros a distribuir por todos os profissionais de saúde que direta e ativamente irão prestar cuidados neste contexto de pandemia".

Na mensagem dirigida aos colaboradores, é referido ainda que o grupo esteve reunido com a Direção-Geral da Saúde, tendo ficado decidido que serão disponibilizadas 231 camas de internamento, 54 ventiladores e as respetivas equipas de saúde necessárias no Hospital Lusíadas Albufeira, Clínica de Santo António e uma parte específica do Hospital Lusíadas Porto, com "todos os meios humanos e físicos totalmente disponíveis para diagnóstico e tratamento de doentes” infetados com o novo coronavírus.

"As restantes unidades do grupo, em que se inclui também o Hospital Lusíadas Porto, estarão focadas e disponíveis para atendimento às necessidades gerais da população e, em caso de suspeita de doentes infetados com coronavírus (Covid-19), os mesmos serão imediatamente reencaminhados para as três unidades do grupo disponíveis para o efeito, ou, se necessário, para outra unidade do Serviço Nacional de Saúde”, acrescenta.

Em Portugal, estão confirmados 448 casos de infeção, segundo os mais recentes dados da Direção-Geral da Saúde.

Veja em baixo o mapa interativo com os casos de coronavírus confirmados até agora

Se não conseguir ver o mapa desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, siga para este link.

Acompanhe aqui, ao minuto, todas as informações sobre o novo coronavírus em Portugal e no mundo.

Como se transmite um coronavírus?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.