Em comunicado, a PSP refere que o suspeito detido no domingo, pelas 11:45, por violação de confinamento obrigatório, acusou positivo no teste à covid-19 a que foi submetido no dia 08 de abril.

“O homem, que foi intercetado na via pública a conduzir um velocípede e sem qualquer meio de proteção individual (máscara, luvas), alegou ter vindo de uma padaria existente em Ovar”, refere a mesma nota.

Ainda de acordo com a PSP, a funcionária da padaria onde o suspeito esteve foi informada do sucedido, tendo encerrado de imediato o estabelecimento, a fim de proceder à desinfeção do espaço.

O detido foi acompanhado até à sua residência e a ocorrência foi comunicada ao Ministério Público.

A PSP realça que apesar de ter sido levantada a cerca sanitária no concelho de Ovar, está interditada a circulação e permanência de pessoas na via pública, incluindo as deslocações com origem ou destino no referido concelho, exceto as “necessárias e urgentes”, nomeadamente para aquisição ou venda de bens alimentares, de higiene ou farmacêuticos.

A Esquadra de Ovar vai continuar a fiscalizar a permanência e as deslocações de pessoas no concelho, especialmente nos acessos principais e nas zonas junto à praia do Furadouro (marginal e avenida principal).

Portugal regista hoje 735 mortos associados à covid-19, mais 21 do que no domingo, e 20.863 infetados (mais 657), indica o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de domingo, em que se registavam 714 mortos, hoje constatou-se um aumento percentual de 2,9%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 657 casos do que no domingo, representando uma subida de 3,3%.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.