Em comunicado, o Ministério da Saúde e da Segurança Social adiantou que os laboratórios do país analisaram 616 amostras na segunda-feira, dos quais 61 deram resultado positivo.

Os novos casos positivos foram registados nas ilhas de Santiago (32), distribuídos pelos concelhos da Praia (31) e Santa Catarina (1), do Sal (25) e de São Nicolau (4).

Na mesma nota, o Ministério da Saúde referiu que realizou uma “conferência e atualização dos dados” e o país passou a contabilizar 1.780 casos positivos acumulados, mas sem especificar como foi feito este acerto dos números, já que no dia anterior o total era de 1.722 casos.

Do total de casos no país até agora, foram registados 19 óbitos e 780 pessoas consideradas curadas da doença.

Em África, há 13.459 mortos confirmados em cerca de 611 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 573 mil mortos e infetou mais de 13,12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné Equatorial lidera em número de infeções e de mortos (3.071 casos e 51 mortos), seguida da Guiné-Bissau (1.842 casos e 26 mortos), Cabo Verde (1.780 casos e 19 mortos), Moçambique (1.219 casos e nove mortos), São Tomé e Príncipe (736 casos e 14 mortos) e Angola (525 infetados e 26 mortos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.