De acordo com a lista de distribuição publicada hoje pela GAVI, o Brasil vai receber 9,1 milhões de doses até maio, mais 3,6 milhões do que o segundo país da região, o México.

No total, a Covax vai enviar 26 milhões de doses de vacinas, principalmente da farmacêutica AstraZeneca, para países da América Latina.

Segundo a lista de distribuição publicada hoje, 18 países latino-americanos estão entre os 142 que receberão as primeiras 237 milhões de doses que a plataforma irá distribuir nos próximos três meses.

A Colômbia, que se tornou na segunda-feira o primeiro país da região a receber um lote dessas vacinas, receberá mais de dois milhões de doses até maio.

Os países que receberão mais vacinas até maio (mais de 10 milhões de doses cada) são nações em desenvolvimento com grandes populações, como o Bangladesh, a Indonésia, a Nigéria e o Paquistão.

O Gana tornou-se na semana passada o primeiro país do mundo a receber vacinas através desta plataforma solidária, que hoje envia vacinas para Angola, Nigéria, República Democrática do Congo e Camboja.

O Brasil é o segundo país do mundo mais afetado pela covid-19, contabilizando 255.720 mortos e 10.587.001 casos, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam 514.657 óbitos no total e 28.664.448 desde o começo da crise sanitária.

Nas últimas 24 horas, o Brasil registou 778 vítimas mortais.

A pandemia de covid-19 provocou 2,53 milhões de mortos 114,3 infetados em todo o mundo, desde que foram detetados os primeiros casos na China, em dezembro de 2019.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.