"Relatórios de que a vacina AstraZeneca / Oxford seria apenas 8% eficaz em adultos com mais de 65 anos são completamente falsos", disse um porta-voz da AstraZeneca em comunicado enviado à AFP.

Os jornais Bild e Handelsblatt garantiram na noite de segunda-feira que o governo alemão duvida da eficácia da vacina contra COVID-19 da AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, em pessoas com mais de 65 anos.

Segundo o Handelsblatt, que cita fontes do governo, Berlim fala de uma eficácia de 8% para essa faixa etária. O Bild Zeitung, que também cita fontes do governo, escreve que a coligação de Angela Merkel espera que a vacina AstraZeneca / Oxford, que deve receber luz verde da UE esta sexta-feira, não seja aprovada para maiores de 65 anos, o que teria um impacto importante sobre a estratégia de vacinação em muitos países.

O laboratório britânico, cuja vacina foi licenciada e já foi amplamente administrada no Reino Unido, explica em comunicado que publicou dados científicos em novembro na revista The Lancet, “o que prova que os idosos têm mostrado fortes respostas imunológicas e 100% deles geraram anticorpos específicos após a segunda dose".

A AstraZeneca foi repreendida pela Comissão Europeia na segunda-feira após anunciar na semana passada que iria entregar menos doses do que o esperado no primeiro trimestre devido a uma "queda no desempenho" numa fábrica europeia.

Bruxelas considera este atraso no fornecimento "inaceitável" e apela à "transparência" nas exportações para fora da UE das doses lá produzidas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.