“A Convenção Nacional da Saúde congratula-se com a aprovação em Conselho de Ministros da resolução que prevê o reforço de investimentos na área da Saúde e a aprovação de um Plano de Investimentos Plurianual para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) em 2020, decisão em linha com o documento consensualizado pelos parceiros da Convenção Nacional da Saúde – “A Agenda da Saúde para a Década”, refere um comunicado hoje divulgado.

No entender da Convenção Nacional da Saúde, o Plano de Melhoria de Resposta do SNS hoje anunciado pelo Governo pode ser um contributo decisivo para estabelecer um “pacto para a saúde”.

“Este passo dado pelo Governo pode constituir um contributo decisivo para dar cumprimento ao repto do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no sentido de estabelecer um Pacto para a Saúde que, no contexto do médio e longo prazo, permita desenvolver com sustentabilidade o setor da saúde em Portugal, ao mesmo tempo que reforça a qualidade do acesso aos cuidados de saúde dos portugueses e contribua para o bom equilíbrio das contas públicas”, refere a estrutura criada em 2018 e que reúne 150 entidades do setor público, privado e social do setor da saúde.

Em 2018, a Convenção Nacional da Saúde tinha assumido como prioridade a necessidade de ter orçamentos plurianuais e uma lei de programação para o setor da saúde, com os investimentos em infraestruturas e equipamentos para a próxima década.

O Governo anunciou hoje um reforço no orçamento inicial da saúde para 2020 de 800 milhões de euros, que inclui em parte 190 milhões para investimentos nos próximos dois anos.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.