A União Humanitária dos Doentes com Cancro (UHDC) anunciou no sábado, dia 03 de setembro, que corre o risco de encerrar devido à redução de donativos e apela às dádivas dos portugueses para poder continuar a apoiar estes doentes e os seus familiares.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a UHDC refere que, “devido à crise e consequente drástica redução de donativos”, está a “passar por graves dificuldades económicas”.

Nas contas da UHDC está já com um saldo negativo de 27 mil euros, relativo a 31 de agosto, valor que a organização precisa reunir até final do ano, “de modo a garantir o pagamento de salários e a prossecução de todas as suas atividades de apoio a doentes com cancro e seus familiares, nomeadamente, a Linha Contra o Cancro e o Núcleo de Apoio ao Doente Oncológico”.

A União Humanitária dos Doentes com Cancro apela aos contributos da população (empresas e particulares), disponibilizando a conta da organização no Montepio com o NIB: 003602169910007736322.

Esta associação - que tem como primeiro objetivo apoiar os doentes com cancro e seus familiares, mediante a prestação de diversas valências de apoio, inteiramente gratuitas – promove anualmente uma campanha de angariação de fundos, de modo a garantir a sua sustentabilidade, tendo registado este ano uma redução de cerca de 30 mil euros face à campanha do ano passado.

Esta redução de fundos “coloca em causa a sobrevivência da associação”, lê-se no comunicado.

Fundada em 07 de abril de 1999, no Dia Mundial da Saúde, a UHDC tem como lema “Quanto mais olharmos o cancro de frente, mais ele se afasta de nós”.

05 de setembro de 2011

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.