A revista SELF anunciou o lançamento de imagens originais criadas em parceria com a Academia Americana de Pediatria, com o objetivo de aumentar a confiança nas vacinas e partilhar informações precisas sobre imunizações.

A Organização Mundial da Saúde classificou a hesitação da vacina como uma das 10 principais ameaças à saúde pública em 2019, um facto ilustrado pelos recentes surtos de sarampo nos Estados Unidos.

As fotos, que retratam com precisão a experiência da vacina, estarão disponíveis para download gratuito por qualquer organização, meio de comunicação ou pessoa no Flickr, sob uma licença Creative Commons.

A fotografia que normalmente é usada para ilustrar histórias sobre vacinas pode ser medicamente imprecisa de várias formas: retratando seringas que não são realmente usadas para vacinas ou vacinas administradas incorretamente. Muitas vezes, a ilustração também não é a melhor representando agulhas brilhantes, bebés a chorar ou médicos com um olhar ameaçador.

Para criar imagens clinicamente precisas, a Academia Americana de Pediatria coordenou as fotos, convidou um médico como consultor e reviu todas as imagens para verificar a sua precisão posteriormente. A sessão fotográfica contou com médicos reais nas imagens.

Além da precisão médica ser uma prioridade, a SELF e a Academia Americana de Pediatria garantiram que as fotos retratassem a imunização como uma atividade saudável e positiva, tendo em conta que o retrato visual das vacinas nos órgãos de comunicação social é um fator importante na percepção do público.

"Estamos orgulhosos de ter feito parceria com a Academia Americana de Pediatria para divulgar estas fotos, disponíveis a todos, para aumentar a consciencialização do público sobre os benefícios das vacinas e incentivar os americanos a vacinar de acordo com o cronograma recomendado", disse Carolyn Kylstra, editora-chefe da Revista SELF.

"Como editora de uma marca de media de saúde e bem-estar com 40 anos de existência, e como mãe, sinto uma responsabilidade pessoal de tomar medidas para ajudar a combater a disseminação de informações erradas que estão a contribuir para a hesitação da vacina, uma grande ameaça à saúde pública", concluiu.

Kyle Yasuda, presidente da Academia Americana de Pediatria, afirmou: "Como pediatra, sei que as vacinas são um dos avanços médicos mais notáveis do nosso tempo. Estas fotos ajudarão a transmitir essa mensagem".

"As imagens são poderosas. Elas podem invocar uma resposta emocional e instintiva e podem ajudar a moldar as percepções das pessoas. Sabemos que os pais estão à procura de informações sobre a saúde dos seus filhos em várias fontes, tanto online quanto offline, e queremos que eles tenham acesso a informações e representações de imunizações precisas, para que eles possam fazer a melhor escolha para a sua família", acrescentou Kyle Yasuda.

A revista SELF e a Academia Americana de Pediatria optaram por distribuir as imagens no Flickr e licenciá-las através do Creative Commons, para que sejam facilmente acessíveis pelos meios de comunicação, hospitais, departamentos de saúde pública e outras organizações que criam conteúdo sobre vacinas.

As licenças Creative Commons fornecem uma forma simples e clara de conceder permissões de direitos autorais a qualquer pessoa, sem nenhum custo. As imagens também estarão disponíveis para download gratuito no site da Academia Americana de Pediatria.

Além do projeto fotográfico sobre vacinas, a revista SELF lançou a "Vaccines Save Lives", uma edição digital especial dedicada a explorar a verdade sobre vacinas e destacar a imprecisão e os perigos da desinformação anti-vacinal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.