A viu cinco dos vinhos do Douro produzidos pela Manoel D. Poças Júnior foram bem avaliados pelo crítico norte-americano Robert Parker, na sua revista The Wine Advocate, de entre uma lista de 273 tintos e brancos portugueses.
O Poças Reserva Douro Tinto 2005 e o Vale de Cavalos Douro Tinto 2005 receberam ambos 89/100 pontos. Segundo as notas de prova daquela publicação, os vinhos tintos de 2005 da Poças Júnior “são representativos de boa qualidade”. Foram igualmente referenciados os vinhos Novus Douro Tinto 2006, Coroa d’Ouro Tinto 2007 e Coroa d’Ouro Branco 2007, com 87 pontos cada.
Considerado por aquele guia um produtor “relativamente recente nos vinhos de mesa do Douro”, a Casa Poças constitui “uma mais-valia na indústria de vinhos de mesa no Douro”, objectivo que esta Casa persegue nas últimas duas décadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.