29 de Fevereiro começou mal para Israel, com um violento atentado suicida, que matou 10 pessoas junto à residência de Ariel Sharom. Mas durante o dia, em Lisboa, os “Chefes Pela Paz” trabalharam, o melhor que sabiam, para preparar um jantar inesquecível que juntasse sabores árabes e judeus, em vez de os separar. E é com a mesma dedicação que vão continuar a servir as suas criações, até ao dia 1 de Fevereiro. Os sons das músicas tradicionais de Israel, que falam do deserto, da alegria e do amor, acompanham a refeição.
São seis dos melhores Chefes de Cozinha israelitas que dão a provar aos portugueses os sabores da paz. Entre eles, o Chefe do Sheraton Lisboa, Dany Dagher, e o do Sheraton Jerusalém, Shalom Kadosh. Mas também o árabe cristão Peter Salbis, do Notre Dame Center, em Jerusalém, a judia Tali Inbal (a única mulher do grupo), do restaurante Kisse Ha Hotenet, o árabe cristão Nissim Daoud, do Restaurante Duzan Café, e o judeu Eyal Lavy, do Restaurante Pastis.
Na sala Panorama do Sheraton, das 19h às 23h, o profissionalismo dos Chefes compensam o serviço algo confuso. Cada um deles preparou uma entrada, um prato principal e uma sobremesa, podendo os convivas escolher os petiscos que mais lhe agradam. Assim, poderá começar com a apreciada Sopa de Beringela ligeiramente fumada “Cappucinno”, da autoria de Tali Inbal, prosseguir Duo de confit de ganso e fígado de ganso corado com batata doce e molho de romã, de Nassim Daoud, e acabar, por exemplo, com Massa de sêmola e Tehina em harmonia com molho de melaço, de Yaccoub Salbis. Tudo isto acompanhado pelos requintados vinhos Yarden e Gamla de Israel.
Shami Mittelman, um dos mentores da iniciativa, prevê que o próximo evento, que se realizará em Março, de novo em Jerusalém, irá apresentar o mesmo menu que em Lisboa.
“Chefs for Peace” é uma organização sem fins lucrativos, criada em 2002 por um grupo de profissionais que acredita na gastronomia como forma de aproximar os povos. A iniciativa já decorreu em Jerusalém, na Alemanha e em Itália, e pretende ir mais longe nos seus esforços.
“Não pretendemos provar nada. Só queremos mostrar que é possível” a co-existência pacífica entre os dois povos, disse ao SPG Shami Mittelman. “Infelizmente há muitos dias maus em Israel”, acrescentou, aludindo ao atentado dessa manhã. “Mas uma viagem longa começa sempre com um primeiro passo. Nós queremos dar esse primeiro passo”.
Os “Chefs for Peace” contam com o apoio da Associação de Cultura Portugal-Israel e dos Hotéis Sheraton.
Preço por pessoa: €52
Reservas e Informações: Tel.: 213 120 701.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.