Os EUA estão a dificultar a vida aos produtores de foie gras, avança Manuel Ricardo Ferreira, correspondente em Nova Iorque do Diário de Notícias (DN), na edição de 19 de Junho.
“Depois de Chicago ter decidido proibir a sua venda, é agora a vez de um deputado de Filadélfia avançar com uma proposta para banir o foie gras, alegando que a forma como é produzido implica uma enorme crueldade sobre patos e gansos”, noticia o DN. “Países como a Inglaterra ou a Alemanha já proíbem a sua produção, e nos Estados Unidos as associações defensoras dos direitos dos animais cerraram fileiras”, adianta o jornal, dando o exemplo da Sonoma Foie Gras, empresa que produzia “parte substancial” da iguaria nos EUA, cuja fábrica californiana está em encerramento.
O jornalista reporta aos 4500 anos daquela especialidade, “quando os egípcios descobriram que os gansos que se preparavam para iniciar a sua migração tinham o fígado superdesenvolvido e extremamente saboroso. Inventaram então o processo de engorda forçada do fígado, que chegou à Europa Central pela mão dos judeus. Do gueto às mãos dos grandes chefes franceses foi um passo”. No entanto, os representantes da produção e comércio “argumentam que o processo de engorda forçada não é doloroso para os patos ou gansos”, já que “é a criação artificial das condições para a migração e os fígados voltam ao tamanho normal se o processo for interrompido”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.