Por estes dias Ele e Ela, ou se preferirem, Ela e Ele, não querendo aqui ofender género com preferência na ordem de entrada, andam em “roda viva”. Na contagem decrescente para a primeira feira de brunch em Portugal, o Casal Mistério, a dupla que há vários anos nos habitua às suas visitas secretas a restaurantes e a receitas para todas as ocasiões, afina com os participantes ementas, retoca o local onde decorre o evento, em Marvila, o Armazém 6 da Rua Pereira Henriques, multiplica-se em atividades. Isto para garantir que, a 10 e 11 de novembro, tudo esteja sincronizado, às 10h00, com a abertura de portas do Brunch Villa.

Um afã que não invalidou que Ele e Ela assentissem ao desafio de uma breve conversa por telefone com o SAPO Lifestyle. O objetivo, perceber como nasce a ideia “louca” (a palavra é d´Ele) de reunir na mesma data e no mesmo lugar, “os melhores restaurantes de brunch. Brunches saudáveis, clássicos, asiáticos e até de chefes de cozinha Michelin”.

Lisboa: Marvila vai receber a primeira feira do brunch em Portugal
Lisboa: Marvila vai receber a primeira feira do brunch em Portugal
Ver artigo

Diz-nos Ele: “nos últimos cinco anos tem havido um aumento enorme de brunchs em Lisboa. O que é ótimo, com mais qualidade e, simultaneamente, mais oferta”. Uma realidade que tem dado pretexto à dupla misteriosa para juntar no seu caderninho de afetos gastronómicos uma lista de preferências. “O brunch é uma instituição cá por casa”, conta-nos Ela. “Trabalho muito durante a semana e, ao fim de semana, tendo a acordar mais tarde. Ele fica desesperado. Não é segredo para ninguém que gostamos de comer fora. Logo, juntamos o útil ao agradável, pois adoramos ir a restaurantes com brunch”.

Lisboa: Porque a vida são dois dias vamos gozá-la em grande na “Disneyland” do brunch
créditos: @Casal Mistério

Anos de degustações ociosas teriam de produzir resultado em duas mentes gastronomicamente inquietas. “Ele é um megalómano e pensou, porque não juntarmos os nossos restaurantes preferidos com brunch no mesmo lugar”, sublinha Ela que não acreditou que a sua cara metade estivesse a falar a sério. Mas estava.

Agora, com o evento à porta, Ele desabafa, “tem sido uma loucura. Porque como mais ninguém faz o que fazemos, sempre com uma aura de mistério, temos falado com todos os intervenientes por Skype, telefone, outros meios não presenciais”. Acrescenta Ela, “a verdade é que nos divertimos, dá-nos imenso gozo e acaba por compensar todo o trabalho”.

Um trabalho que veremos consubstanciado numa verdadeira “Disneyland” do brunch com oito casas presentes (pode consultar a lista completa aqui), com o Michelin restaurante Eleven, o exótico Asiático do Chef Kiko, o Café com Calma (“o melhor brunch de Marvila”), o Choupana Café ( e lançarmo-nos numa french toast com bacon crocante e ovo estrelado), Go Natural (sushi? porque não), o Local - Your Healthy Kitchen (há panquecas cor-de-rosa), o Naked (a provar, o açaí com granola caseira) e o Tartine (“tem provavelmente os melhores croissants açucarados de Lisboa”).

“Fomos buscar restaurantes muito diferentes para termos uma oferta o mais variada possível nós somos assim enquanto família. Ela tem a mania das dietas, eu gosto de comer o que é bom, seja calórico ou não. Os filhos, já crescidos, um gosta de sushi, outro adora tostas de abacate”, diz-nos Ele.

Do asiático ao Michelin e ao saudável, todos os restaurantes presentes na primeira feira de brunch em Portugal
Do asiático ao Michelin e ao saudável, todos os restaurantes presentes na primeira feira de brunch em Portugal
Ver artigo

Na prática, vamos encontrar neste Brunch Villa “menus clássicos com tostas de abacate e ovo, menus Michelin com ovos mexidos com trufas, menus saudáveis com panquecas e granola caseira e até menus vegan e sem glúten com torradas de batata doce em vez de pão”, relata o Casal Mistério.

Para complementar os menus, quem se deslocar a Marvila vai encontrar cantinhos temáticos onde pode escolher as bebidas para acompanhar o brunch. Por exemplo, chás gelados, cervejas artesanais, vinhos, espumantes, sumos e até Mimosas. “A ideia aqui é podermos construir o nosso brunch ideal, da comida aos complementos. Temos um cantinho de chás que vai ter uma oferta de chás quentes e gelados.

brunch villa
créditos: @Casal Mistério

A reter, o “cantinho para a desgraça”, como foca Ela, acrescentando, “adoramos a loja Nós é Mais Bolos, porque tem uma oferta artesanal. O Brunch Villa terá a nossa seleção de bolos preferida”. Uma oferta gulosa que inclui os gelados da Nanarela.

Também a sublinhar o “cantinho da ressaca”. Sobre este, diz-nos Ela, “o brunch é ao fim de semana e acontece após a ´desgraça`, na noite de sexta e sábado, onde há um pouco de vinho a mais. Quem vai fazer a direta pode começar o dia no Brunch Villa. Associámo-nos a nutricionistas e são eles que vão compor o brunch ideal para combater a ressaca”.

Lisboa: Porque a vida são dois dias vamos gozá-la em grande na “Disneyland” do brunch
créditos: @Casal Mistério

Como se operacionaliza tudo isto para quem visita este Brunch Villa? Ele explica-nos: “À entrada o visitante para 3,00 euros, o que lhe franqueia o acesso a todos os restaurantes presentes. Como não queremos que o brunch seja muito oneroso, pedimos a cada um dos restaurantes que, no seu elenco de brunchs, apresente pelo menos um até 12,00 euros. E, naturalmente, extras vendidos à parte que complementam a refeição”.

Acresce que as crianças até 12 anos não pagam a entrada. “Um restaurante terá um brunch infantil”, refere Ela.

Podemos contar com Ele e Ela na festa? “Eu digo que não”, conta-nos Ele. “Eu digo que sim, nem que ponha uma cabeleira. Juntos não iremos aparecer, isso é certo [risos]”, assegura-nos Ela.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.