A Festa das Cruzes, em Monsanto, que todos os anos se realiza no dia 3 de Maio, celebra a vitória dos monsantinos num dos muitos cercos que foram feitos à aldeia e seu castelo. Uma festa ancestral em que as mulheres vestem os seus trajes tradicionais e caminham em passo lento até às muralhas do castelo tocando adufe e cantando.
Do alto das muralhas, que se erguem ainda mais altas que as rochas, deitam um pote florido, simbolizando um gesto ancestral, quando um vitelo foi lançado aos sitiantes para mostrar até que ponto os habitantes estavam bem recheados de alimentos. Durante este dia decorre também uma importante procissão que sai da igreja matriz da aldeia para a interior do castelo. A imagem da santa padroeira é levada em ombros num andor por um homem e atrás seguem homens peregrinos e logo a seguir as mulheres, na sua maioria vestidas com os trajes próprios dos ranchos folclóricos da região.
Associada à Festa das Cruzes cumpre-se em Monsanto uma outra tradição curiosa. Dado que na aldeia se manufacturavam bonecas de pano, tradição que ainda se mantém, deitam-se nos dias da festa as ditas bonecas sobre a cama dos seus proprietários para que estas protejam as casas dos males causados pelas trovoadas e pelos ventos fortes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.