Conta-nos a História que no Século XVI no Convento de Jesus de Aveiro, as claras dos ovos eram utilizadas pelas freiras em tarefas domésticas, como engomar a roupa. Com tanta sobra de gema, começaram a ser aproveitadas para o fabrico da doçaria conventual, não faltando uma dose generosa de açúcar e água. Era, assim, produzida a massa de ovos aconchegada em hóstias. Nasciam os antepassados dos ovos moles.

Para que a saudade não moa quem não visita Aveiro para degustar in loco o famoso creme de ovo envolto em hóstia, a Oficina do Doce expede o produto para todo o país. E fá-lo com a garantia de termos nas nossas mãos a caixa com os ovos moles no prazo de 24 horas a 48 horas, no caso de Portugal continental. Isto com preços a partir dos 5,90 euros para a caixa de 250 g (9 a 11 unidades).

Os mais gulosos encontram, para além dos ovos moles, um elenco de doces que inclui as Barricas de madeira com massa de ovos moles (desde 7,90 euros), Castanhas de ovos (3,45 euros, 6 unidades), Telhas de amêndoa (2,45 euros), Beijinhos de Pombal (2,45 euros), Bolos de gema (1,96 euros), pão de ló conventual (7,45 euros), entre muitas outras referências.

A Oficina do Doce localiza-se na Rua João Mendonça nº23 Letra JKL, no centro histórico de Aveiro.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.