Acordamos  nos vales alentejanos, dormimos no Castelo de Estremoz e sentimos que somos como príncipes privilegiados, quer pela vista, quer pela dádiva da vida que temos a fazer o que nos apaixona.

Mais um dia nasceu, cheio de aventuras para viver, neste nosso "Cozinhar com Amor" por Portugal de lés a lés.  A primeira paragem foi na Rádio Despertar – Voz de Estremoz, para uma entrevista acerca deste périplo por Portugal. Levámos companhia, duas das participantes do jantar da noite anterior, para darem o seu testemunho na primeira pessoa.

O José Lameiras, ou Zé como prefere ser tratado, é um excelente jornalista e um homem da rádio muito experiente. Trabalha há muitos anos por paixão, pelo que esta entrevista só podia ter sido fabulosa, como foi.

“Cozinhar com Amor” por Portugal de lés a lés. Dos óleos essenciais alentejanos à alheira de cogumelos no Cartaxo – Etapa 5
Mértola, à beira do rio Guadiana.

Seguimos viagem entre as planícies alentejanas. Monsaraz com o Alqueva de fundo parecia o cenário de filme que passava mesmo à nossa frente.  O nosso destino era Amendoeira da Serra, em pleno Parque Natural do Vale do Guadiana. Uma aldeia mágica, simplesmente encantadora. Aqui encontrámo-nos com gente com vontade de respeitar a natureza e de promover hábitos de vida saudáveis.

Conhecemos pessoas que se dedicam aos óleos essenciais 100% Biológicos, como o Salomão Gabriel e o Vitor Menas. O processo é trabalhoso, mas muito respeitador da natureza e com desperdício zero. Primeiro têm de colher as plantas que pretendem e que nascem espontâneas (selvagens) no parque natural do vale do guadiana e por isso são certificadas BIO.

“Cozinhar com Amor” por Portugal de lés a lés. Dos óleos essenciais alentejanos à alheira de cogumelos no Cartaxo – Etapa 5

Para a obtenção da sua essência, destilam utilizando a técnica ancestral de arraste a vapor, sem qualquer tipo de adições de produtos. Como fonte de energia, utilizam lenha colhida na região, através da limpeza de terrenos, participando assim na limpeza e aproveitando os recursos.

Pesto aBiofamily
Pesto aBiofamily
Ver receita

A recolha que fazem das plantas é manual utilizando foices, não colocando nenhuma máquina no terreno. Esta técnica permite fazer cortes na planta que resultam como uma poda, dando-lhe força para o ano seguinte. Todo o processo é limpo e sustentável. Sem dúvida um exemplo a seguir em outras atividades da nossa vida.

O jantar teve lugar em casa do Salomão, que convidou muitos amigos, que são como sua família para integrarem esta aventura consciente e natural também na alimentação. Tal como os óleos, o jantar foi o mais local e sazonal possível. Todos os legumes que comemos vieram da Quinta das Laranjeiras, em Mértola, uma pequena quinta de produção biológica e foram colhidos apenas algumas horas antes de chegarmos.

“Cozinhar com Amor” por Portugal de lés a lés. Dos óleos essenciais alentejanos à alheira de cogumelos no Cartaxo – Etapa 5

Desta vez fomos 12 à mesa, para degustar o famoso pesto aBiofamily com pão verdadeiramente alentejano e uma Caçarola de Tofu, entre outras receitas do livro "Cozinhar com Amor”. Partilhámos histórias e agendamos uma visita à destilaria dos óleos essenciais no dia seguinte.

Portugal de Lés a Lés chega ao Algarve

A visita à destilaria veio apenas reforçar e comprovar exatamente o processo que nos tinham explicado no dia anterior. Não resistimos e acabámos por adquirir um frasquinho de cada um dos óleos essenciais D´Alenguadiana, que já comercializam.

A beleza do percurso do "Cozinhar com Amor" por Portugal lés a lés, na nossa Zeninha é indescritível. O nosso país é mesmo mágico e de uma poderosa beleza. Do Parque Natural do Vale do Guadiana, partimos rumo ao Algarve tendo como destino Lagos.

O jantar em casa de uma “família” Algarvia foi muito interessante e quando demos por nós tínhamos várias nacionalidades à mesa - franceses, italianos e portugueses. O Algarve é isto mesmo! A Sandra Melo com o seu carinho recebeu-nos como ela sabe, e bem, e os seus convidados passaram a ser também nossos amigos. O jantar foi composto por sopa de quinoa,  salada de Bulgur com tofu,  morangos com creme de millet, cogumelos, tudo estava do agrado dos nossos convidados, que mantendo o espírito trouxeram vinho biológico para celebrar.

“Cozinhar com Amor” por Portugal de lés a lés. Dos óleos essenciais alentejanos à alheira de cogumelos no Cartaxo – Etapa 5

Dormimos e seguimos viagem pela ponta de Sagres, um local que nos apaixona por ser a pontinha Sul de Portugal onde conseguimos visualizar a mudança de oeste para este, onde visualizamos com clareza o Sul de Portugal no Atlântico. Fomos subindo para Norte e percorrendo e contemplando cada cantinho da Costa Vicentina, felizmente ainda muito selvagem e com uma beleza única.

O jantar deste dia teve um novo chefe. Eu fiquei apenas a desfrutar e o Luís Baião nutriu-me cozinhando com Amor. Soube tão bem! O Luís é muito arrozeiro e claro está que o que ele fez foi um arroz de cogumelos com brócolos que estava delicioso.

“Cozinhar com Amor” por Portugal de lés a lés. Dos óleos essenciais alentejanos à alheira de cogumelos no Cartaxo – Etapa 5

Durante este dia ainda houve tempo reabastecer para as próximas visitas na Mercearia Bio em Portimão e no Gasshô - Supermercado Biológico em Setúbal. Portugal tem cada vez mais opções como estas, para nos nutrir de uma forma sustentável, consciente e natural. Nós como estamos a cozinhar para as famílias com produtos o mais local possíveis, temos necessidade de nos abastecer sempre o mais perto possível e assim descobrir e divulgar locais como estes que são opções válidas e preciosas.

A etapa seguinte decorreu no Ribatejo, mais propriamente Cartaxo, desta vez para um almoço com mais uma família portuguesa. Tinha como indicação que eram na maioria aficionados da proteína animal, mas que estavam com vontade de ter uma experiência diferente. Tendo esta indicação em mente, preparei este almoço de forma a ir ao encontro de sabores que lhes eram familiares.

Além de um creme de ervilhas com espargos, como entrada tiveram direito a provar uma pequena porção de alheira vegetariana de cogumelos, que os deixou logo rendidos como o seu sabor e pelo facto de ser isenta de colesterol.

“Cozinhar com Amor” por Portugal de lés a lés. Dos óleos essenciais alentejanos à alheira de cogumelos no Cartaxo – Etapa 5

O prato principal foi composto por seitan assado no forno com vegetais assados, legumes escaldados porque a primavera teima em estar fria e as saladas cruas arrefecem mais e bulgur aromático.

A sobremesa estava divina e foi um leite-creme de cacau que deixou todos rendidos. No final, o almoço prolongou-se pela tarde dentro, entre conversas sobre alimentação e estilo de vida, tendo ficado uma pequena semente em cada um dos participantes e a vontade de começar a fazer diferente!

Atreve-te a ser diferente!

Vive consciente!

Daniela Ricardo