De acordo com informação disponibilizada pelo Turismo de Portugal, “as refeições são confecionadas pelos formadores das escolas, em função das necessidades identificadas pela Segurança Social, e disponibilizadas às respetivas instituições em Lisboa, Porto, Douro/Lamego, Viana do Castelo, Oeste, Estoril, Portalegre, Setúbal, Vila Real de Santo António e Faro, onde se localizam as Escolas do Turismo de Portugal”.

O Turismo de Portugal disponibiliza também, a custo zero, o alojamento disponível nas suas escolas de Setúbal (20 quartos), Faro (14 quartos) e Lamego (7 quartos) para utilização por profissionais de saúde que não possam ou queiram regressar a casa por receio de contágio à família.

Entretanto, os alunos das Escolas do Turismo de Portugal continuam a ter sessões letivas à distância, online com professores e através de trabalhos, fichas e desafios definidos​​​​ pelos formadores, de forma a manter o ritmo do programa curricular. Os alunos com dificuldades de acesso à internet têm um acompanhamento individualizado, garantindo a equidade de condições.

As Escolas do Turismo de Portugal suspenderam as propinas em todos os cursos e para todos os alunos, incluindo a propina do mês de março.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.