Anita Guerreiro, uma das artistas mais conhecidas da revista, efectuou igualmente diversos trabalhos em televisão, nomeadamente em telenovelas e séries de comédia. Com apenas quinze anos, em 1952, estreou-se como fadista no “Café Luso”. Em 1955, começou a trabalhar no teatro de revista, tornando-se rapidamente numa vedeta do meio artístico nacional. Em 1969, participou na revista “Peço a Palavra”, ainda recordada pelo seu sucesso. Anita Guerreiro manteve-se activa, cantando em casas de fados e efectuando várias digressões pelo estrangeiro.
Tónia iniciou a sua carreira artística há quase trinta anos, participando desde muito nova em espectáculos de beneficência. A artista já gravou fado e folclore para diversas gravadoras, nomeadamente a Moviplay, Ofir, Orfeu, Discossete, Roda, Metrosom e Gafe. Participou em diversos programas de televisão, dos quais se destacam “Primeiros Aplausos”, “Canal Treze”, “25 Milhões de Habitantes”, “Fado Vadio” e “Fados do D. Rodrigo”. Tónia foi fadista privativa de diversos restaurantes típicos de Lisboa, tendo realizado, também, várias digressões pelo estrangeiro, nomeadamente, Alemanha, França, Bélgica, Luxemburgo, Itália, Inglaterra, Finlândia, Venezuela, EUA e Canadá.
O consumo mínimo é de € 10,00 por pessoa e as reservas podem ser efectuadas através do telefone 214667700, pelo telefax 214667965 ou pelo e-mail:info@casinoestoril.pt.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.