O evento, organizado pela Câmara Municipal de Alcobaça, pretende aliar a tradição à inovação, contando este ano com uma sala monástica e com a representação de produtos conventuais certificados, como a cerveja de abadia belga, criada em 1182.

No âmbito dos 25 anos de elevação do Mosteiro de Santa Maria a Património da Humanidade, que se assinala no próximo mês de dezembro, a mostra conventual irá decorrer nas salas centrais do monumento.

Presentes na Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais vão estar mais de 40 participantes nacionais e internacionais, nomeadamente conventos e mosteiros portugueses (Alcobaça, Arouca, Aveiro, Beja, Leiria, Lorvão, Ovar, Portimão, Tentúgal), Mosteiros de Espanha, Abadias da Bretanha e Normandia (França), Bélgica e Polónia.  

As entradas diárias para o certame custam um euro e o livre-trânsito para os quatro dias 2,5 euros.

Recorde-se que do século XII ao século XIX os monges  e monjas cistercienses imprimiram a sua marca na cultura alcobacense, nomeadamente na doçaria conventual.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.