Os tempos mudam e, apesar de ainda nos ser difícil esquecer David Hasselhoff em «Baywatch», «Marés vivas» na versão portuguesa, a realidade é que cada vez mais a ideia de um corpo masculino com pelos em certas zonas tem sido abandonada. Enquanto há uns anos atrás era sinal de masculinidade e até sensualidade, hoje, cada vez mais, somos conquistados pelos novos catálogos de marcas como a Calvin Klein, que mostram um corpo masculino depilado, tornando-se cada vez mais apetecível, não só pela audiência feminina como também masculina.

De acordo com um estudo realizado pela marca de eletrodomésticos Braun, 62% da população masculina no Reino Unido procura novas práticas depilatórias afim de se sentirem mais limpos, mais sensuais e por constatarem que realça a sua aparência após longas horas passadas no ginásio. Na Europa e nos países mais desenvolvidos, esta é, também, a tendência, não diferindo os motivos. Contudo, não é algo que nos seja alheio ou até mesmo totalmente desconhecido.

Chegada a época balnear, é claramente visível que existe esta preocupação acentuada do sexo oposto, provavelmente até mais exagerada do que a do sexo feminino. Não sendo no entanto consensual se de facto é mais atraente e másculo um homem depilado como veio ao mundo ou um que exiba os atributos que a puberdade lhe trouxe, o que é certo é que mesmo os homens e as mulheres que seguem esta última apreciação, não escondem que preferem que a quantidade vegetacional seja em menor quantidade.

Estas são as práticas mais eficazes e com sorte menos dolorosas de depilação para o sexo masculino:

- Depilação com lâmina

Apesar de ser talvez a menos dolorosa e mais económica, não deve ser feita com os utensílios com lâminas para a barba com que habitualmente faz a barba. Estes só farão o pêlo engrossar e piorar o seu aspeto.

- Depilação com cera

É uma depilação que pode durar até às seis semanas, sendo que melhora visivelmente com a assiduidade com que o faz, ficando o pelo cada vez mais enfraquecido. Contudo, não podemos esquecer que é das práticas mais dolorosas, principalmente para quem nunca o fez.

Caso opte, mesmo assim, pela depilação a cera, não se convença pelos anúncios que aparecem na televisão que o fazem crer que consegue fazer sozinho, no conforto do seu lar, com facilidade e sem dor, sobretudo se não tiver muita queda para a estética caseira. Se for o caso, por favor, dirija-se à esteticista mais próxima!

- Depilação a laser

Não, não é a menos dolorosa e de longe não será também a mais vantajosa para o seu bolso, mas os resultados serão talvez os mais agradáveis visto que, se cumprir à risca as suas sessões, poderá ficar livre de preocupações até aproximadamente cinco anos.

Por isso, mesmo que não seja o Cristiano Ronaldo, o Michael Phelps, o David Beckham ou um modelo de catálogos de lingerie masculina e que apenas procure depilar-se por uma questão de autoestima e satisfação, não deixe que as opiniões contrárias o demovam da sua vontade, até porque esta prática está a tornar-se cada vez mais viral. Na última década, apesar de não existirem números concretos, a quantidade de homens a recorrer à depilação aumentou consideravelmente.

Texto: Mafalda Baudouin

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.