A luta pela defesa do planeta e do meio ambiente está na ordem do dia. São muitas as pessoas que cada vez mais tentam mudar o seu estilo de vida, de forma a que este se torne mais sustentável.

A pensar nisto, a H&M criou uma linha de roupa - a Conscious Collection - cujas peças são fabricadas a partir de materiais orgânicos, reciclados ou a partir de tecido da fibra biodegradável do eucalipto.

Acontece que a ideia não está a ser muito bem recebida na Noruega. Isto porque o Norwegian Consumer Authority (CA), órgão de defesa do consumidor no país, está a acusar a marca de tentar ludibriar os clientes, uma vez que as informações acerca dos produtos desta linha não são claros e completamente transparentes. Ou seja, um cliente não percebe por que razão uma determinada t-shirt ou par de calças são, de facto, sustentáveis.

Na visão da diretora-geral do CA, Elisabeth Lier Haugseth, tudo isto não passa de uma manobra de marketing da H&M para se tentar aproveitar de uma causa tão importante.

Ainda assim, a marca e a CA já entraram em contacto, segundo um representante adiantou à Fast Company. O próprio Norwegian Consumer Authority garantiu que a H&M está disposta a corrigir as falhas apontadas em conformidade com a lei, tendo sempre em vista a defesa do consumidor e o seu esclarecimento.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.