Luis Buchinho iniciou o último dia do Portugal Fashion da melhor maneira, ao apresentar a sua coleção para o próximo outono/inverno 2016/17, no museu Carro Elétrico.

A coleção aposta num jogo de construção complexo e apaixonante, onde as peças do puzzle vão gradualmente encaixando-se perfeitamente umas nas outras, sendo que existe uma em falta. Descoberta esta omissão, o criador desencadeia uma investigação rigorosa em busca da peça do puzzle perdida, explorando as linhas estruturais e gráficas da construção através de silhuetas simples e elegantes.

De volta a Alfândega do Porto, Nuno Baltazar apresentou a sua coleção 'Circus', que se desenvolve a partir das personagens interpretadas por Jessica Lange na série americana American Horror Story e o universo das diferentes temporadas.

Segui-se 'Shoes', onde foram apresentadas 6 coleções de calçado das marcas JJ Heitor, Ambitious, Fly London, Nobrand, J.Reinaldo e também Dkode.

No que diz respeito a 'Industry', o público pode apreciar três marcas diferentes, entre as quais Mad DragonSeeker, Concreto e Cheyenne, que mostraram as suas propostas para o próximo outono/inverno.

Eduardo Amorim, pisou a passerelle inserido na plataforma Bloom, sendo seguido de Ana Sousa, que apresentou a coleção 'Timeless'. Esta encontra-se marcada pelo eterno feminismo e recriou um glamour escondido e influências do passado, revivendo histórias e memórias eternas.

Depois de Klar também inserido na plataforma Bloom, foi a vez de Katty Xiomara surpreender os presentes com uma coleção que lança um olhar sobre as novas fronteiras do mundo e acaba por absorvida pelo espírito destemido da aventura.

Ainda na plataforma Bloom, Pedro Neto apresentou a sua coleção para o próximo outono/inverno, sendo seguido de Alexandra Moura que apresentou uma reflexão sobre o impacto do feminino no masculino e vice-versa, até porque "em todo o individuo vive uma guerra misógina".

Dielmar veio surpreender o público masculino ao revelar uma inspiração no filme '3 dias de Condor' e no ícone de beleza masculino dos anos 70 e 80, Robert Redford.

Lion of Porches destacou-se neste último dia ao apresentar uma coleção inspirada no tema 'Urban British Rock', que é nada mais nada menos que uma fusão original entre o estilo da época.

O Portugal Fashion encerrou-se com o desfile de Vicri, mais uma vez associado ao público masculino, que apresentou uma coleção mais sóbria e para um mercado masculino mais abrangente. As cores surgem em tonalidades mais secas, enquanto as silhuetas tornam-se mais formais.

Para acompanhar tudo o que se passou durante estes quatro dias do Portugal Fashion, veja o nosso dossier especial da 38º Edição do Portugal Fashion.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.