A variedade de embalagens airless disponíveis hoje em dia no mercado evidencia o modo como os fornecedores têm avançado, em termos de pesquisa e de execução, no setor dos sistemas de embalar. Algumas indústrias que já estavam a apostar neste tipo de embalagens em alguns dos seus produtos estão agora a investir cada vez mais, face às inúmeras vantagens que estas lhes oferecem.

A maioria opta por este sistema para permitir que os componentes dos produtos se mantenham estáveis aumentando consideravelmente o seu tempo de “vida”.

Desafios do airless
Um dos maiores e mais frequentes desafios colocados a este tipo de embalagens é o de quantificar o modo de embalar um produto espesso sem causar bolhas de ar, o que poderia adulterar as propriedades do produto. No entanto, graças às novas tecnologias, já existem soluções para estes problemas, existindo, atualmente no mercado, embalagens cuja bomba elimina quaisquer bolhas de ar que possam surgir, distribuindo ainda dosagens precisas do produto.

Muitas das embalagens que denotam preocupação com a integridade do produto são construídas tendo em conta a sua parte interna, mas também a externa, que deve funcionar como um escudo protetor com propriedades herméticas e impulsores com fechos de segurança que o salvaguardam.

As embalagens devem ser montadas a grandes velocidades, em linhas de montagem, pois essa tecnologia também protege a integridade do sistema airless. Depois da bomba dar um estalido dentro do frasco é criado um vácuo tornando possível o preenchimento do volume a um ritmo mais rápido, que faz com que o ar não volte a reentrar na embalagem.

Características inovadoras
As formas inovadoras das embalagens tentam refletir as fórmulas que contêm, com ingredientes tecnologicamente avançados. Os sistemas airless combinados com frascos moldados em formas únicas ou, inclusivamente, soluções inovadoras para distribuir os produtos sem utilizar sequer um frasco, tais como as bolsas airless sem frasco, já são atualmente uma realidade na indústria da cosmética e dos cuidados pessoais.

Estas embalagens podem ser utilizadas para cosméticos, loções, cremes, gel de duche, e quaisquer produtos líquidos. As camadas com que são feitas dependem do conteúdo que vão
albergar. O termoplástico é um dos materiais que pode ser utilizado para esse fim. Pode inclusivamente ser colocada uma barreira no interior da bolsa, dividindo-a em dois compartimentos para separar os ingredientes.

Por exemplo, no caso de uma aplicação de coloração no cabelo a barreira pode ter um selo quebrável, assim os dois produtos podem ser misturados entre si, ao mesmo tempo que são guardados na mesma embalagem.

Saiba mais na próxima página

Algumas das embalagens com sistema airless possuem ainda um total controlo sobre a quantidade de produto que é utilizado, sendo possível alterar o sistema de acordo com a dosagem. No entanto, uma vez que o sistema é baseado no princípio do vácuo, também pode renunciar qualquer orientação relativamente às dosagens.

Agora já é possível que em vez da habitual forma, as embalagens possam ser mais ergonómicas, macias e maleáveis. Além disso, não há necessidade de uma tampa graças aos seus sistemas de fecho automático.

A forma da bolsa dá aos designers de embalagens mais liberdade para apresentar novas formas para os produtos e frascos. As partes externas das bolsas também podem ser personalizadas. A bolsa não requer um frasco, tornando-se uma alternativa mais ecológica.

A embalagem airless certa
Existem na indústria da beleza cosméticos compostos por fórmulas e substâncias tecnologicamente avançadas, com as mais diversas finalidades. Deste modo, as embalagens airless existentes também são muito variadas.

A tecnologia mudou muito nos últimos cinco anos. Há muitas mais opções disponíveis agora, e existe uma diferença enorme na qualidade hermética dos componentes disponíveis. O conteúdo (creme, gel, esfoliante, etc.) deve ser associado à embalagem airless certa, ou seja, àquela que para ele for mais indicada.

Assim, ao desenvolver-se um novo produto, é sempre importante saber que componentes beneficiam de determinado tipo de embalagem, por exemplo, que antioxidantes poderiam beneficiar da vantagem de ter uma válvula hermética.

Eis um exemplo: A maioria dos fabricantes de produtos de beleza está de acordo em que a vitamina C é um ingrediente muito difícil de manter estável. Sempre que é exposto à luz e ao ar ele perde a sua eficácia. Assim, uma embalagem de cores escuras pode não ser suficiente para um produto que contenha este composto. Se os produtos que contêm este ingrediente não estiverem embalados hermeticamente, as suas fórmulas poderão não ser suficientemente potentes para fornecer quaisquer benefícios à pele.

É portanto importante que todos os interessados no processo, desde os fabricantes aos clientes e aos consumidores finais, compreendam as vantagens de uma embalagem airless. Não é de mais recordar os benefícios de uma boa embalagem. No caso da vitamina C, se esta não estiver devidamente embalada de forma hermética os resultados poderão ser comprometidos.

Saiba mais na próxima página

Por vezes, a escolha das embalagens pela indústria da beleza é feita numa perspetiva de design e aparência, mas é cada vez mais imperativo que esta escolha seja baseada na compatibilidade da fórmula com a embalagem, isto porque, apesar de se gostar de determinada embalagem, esta pode não funcionar com a fórmula do produto que se pretende comercializar.

Por isso é que, cada vez mais, as empresas testam extensivamente cada fórmula e a adequam à melhor embalagem, fazendo ajustes e garantindo que as mesmas sejam compatíveis. Trata-se do design aliado à função.

Vantagens da embalagem Airless
• Fiabilidade mecânica 100% comprovada;
• Funciona com uma vasta gama de texturas em dosagens coerentes;
• Existe numa variedade de formas e tamanhos para atender todas as necessidades;
• Desenhada hermeticamente para uma utilização mais fácil e confortável;
• É uma alternativa mais ecológica;
• Opções de design ilimitadas;
• A embalagem pode ser usada em todas as posições, mantendo sempre a mesma dosagem;
• A ausência de contacto com o ar impede a oxidação das fórmulas mais sensíveis;
• Garante uma barreira 100% eficaz contra o oxigénio, minimizando irritações e alergias;
• Minimiza possíveis resíduos
• O produto permanece livre de contaminação durante a utilização, permitindo a eliminação de alguns conservantes;
• Com sistema de autosselagem permite a manutenção das propriedades do produto e a sua longa duração.

Ténis inspiram embalagem
É comum que os produtos fora da indústria de cosméticos sirvam por vezes de inspiração na execução das embalagens. No entanto, esta poderá ser a primeira vez que um sapato atlético inspirou uma nova maneira de embalar produtos de beleza.

LaFlamme, um executivo sénior da empresa em que foram concebidos e fabricados os ténis Reebok Pump, foi solicitado para desenvolver uma solução de embalagem para a indústria da beleza baseada nos trabalhos que ele tinha feito com a Reebok Pump, especialmente no que diz respeito à forma como as suas válvulas e bolsas foram trabalhadas.

Edição: Patrícia Velez Filipe
Fotografia: MegaPlast
Agradecimentos: MegaPlast (Alemanha), Sunrise Pumps (Tailândia)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.