É bastante normal existirem dúvidas sobre o que é apropriado a usar no local de trabalho. Para ser bem sucedida a esse nível é importante conhecer o seu próprio corpo e, claro, não ignorar o dress code da empresa. Dê uma vista de olhos nas nossas dicas e esteja preparada.

1. Desconhecer o dress code da empresa

Todas as empresas são diferentes, sendo umas mais formais que outras. É essencial que perceba como é a sua e qual o seu código de vestuário: se é necessário usar blazer e saltos todos os dias ou se pode ir de ténis e calças de ganga. São pormenores importantes que deve conhecer e seguir.

2. Roupa curta

É importante não misturar a roupa de trabalho com a roupa de sair à noite. É caso disso quando se usam vestidos ou saias muito curtas em ambiente laboral, acabando por parecer pouco profissional. A medida ideal é até quatro dedos acima do joelho. Para além do comprimento, também tem de ter em atenção o tipo de tecido (se não começa a subir com o andar ou algo que possa causar constrangimentos). Mas, nada melhor do que testar. Por isso, experimente vestir a peça, sentar-se à frente de um espelho e andar com ela em casa.

3. Transparências exageradas

As transparências podem ser usadas, mas com moderação. Um detalhe na manga ou no ombro são completamente inofensivos num ambiente profissional.

4. Acessórios em demasia

Apesar de serem a peça-chave de certos looks, há vezes em que acabam por ser incómodos e impróprios para trabalhar. Utilize-os com moderação, apenas para completar o conjunto. Não utilize bijutaria barulhenta, pois acabará por incomodar quem está a trabalhar à sua volta.

5. Decotes muito abertos

Utilize o bom senso na hora de escolher o seu look. O decote em V pode ser usado, mas com alguma contenção. Este deve chegar até onde se iniciam os seios.

6. Calçado demasiado sexy

Se precisa de usar saltos altos na sua empresa, utilize um modelo com três a cinco centímetros para que não prejudique tanto a sua saúde. Já as botas de cano alto, como as "over the knee", para além de serem mais incómodas, são também demasiado sensuais para o trabalho.

7. Alças à mostra

Se tem um alto cargo dentro da empresa, o sutiã à mostra é muito inapropriado. Aposte em blusas que não deixem as alças à mostra ou utilize um cai cai como alternativa.

8. Peças demasiado justas

Roupas justas, mesmo sendo compridas, não são uma boa opção em ambientes profissionais. Malhas finas, tecidos leves ou elásticos marcam todas as zonas do corpo e podem subir, mostrando mais do que se pretende.

9. Descuidar aparência

Para além da roupa, há outros aspetos a ter em conta. A higiene do cabelo, dos dentes e do corpo é fundamental no trabalho. Para além das unhas cuidadas,  a depilação feita, como é o caso das pernas e axilas, é essencial caso pretenda usar uma saia ou uma blusa sem mangas.

10. Extravagâncias

Pode gostar de usar unhas compridas, mas a verdade é não são ideais para funções que obrigam estar ou escrever ao computador. Usar perfume a mais, falar alto, estar mais atento aos colegas do que ao trabalho e ficar muito tempo no telemóvel são outros aspetos a ter em conta e a evitar no seu local de trabalho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.